24.2 C
fpolis
sexta-feira, outubro 22, 2021
cinesytem

Grupo Engenho gravará DVD no Circo da Dona Bilica nesta sexta-feira

spot_img

Grupo Engenho gravará DVD no Circo da Dona Bilica nesta sexta-feira

spot_img

 O Grupo Engenho gravará seu primeiro DVD intitulado ”De trés ont’onte a dijaôji”, com show nesta sexta-feira, 21, às 20h, no Circo da Dona Bilica, em Florianópolis. No palco estarão quatro dos músicos da formação original, de 1979: Alisson Mota (vocais e violão), Marcelo Muniz (baixo, orocongo e voz), Chico Thives (bateria e voz) e Claudio Frazê Gadotti (percussão e voz), além de Marcelo Besen (acordeon), Guto Vieira (violino) e Manoella Vieira (vocais). Ingressos para o show custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e podem ser comprados no local e pelo site Nós Vamos

Este é um projeto comemorativo aos 35 anos do Grupo Engenho, que conquistou o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2013, para a gravação e lançamento do quinto álbum e do DVD ao vivo. A finalidade é o registro da história do grupo – e, por conseguinte, da própria história musical do Estado de Santa Catarina, já que os únicos registros de audio que existem são os raros LPs do grupo, Vou Botá Meu Boi na Rua, Engenho e Força Madrinheira, gravados em estúdios nos anos 80. O projeto está sendo produzido pela Rhythmus Produções e Estúdio Pimenta do Reino, de Florianópolis.

O DVD “De trés ont’onte a dijaôji”, cujo título faz alusão direta ao linguajar típico dos descendentes de açorianos moradores da Ilha de Santa Catarina, mostrará releituras de antigos sucessos, como Corre Menina, Meu Boi Vadiou, Feijão com Caviar e Quintal e uma canção inédita, Areia.

O Grupo Engenho foi criado em 1979, em Florianópolis, através da reunião de jovens estudantes da Universidade Federal de Santa Catarina, num período em que a música brasileira começava a gerar novos valores em oposição a invasão dos enlatados estrangeiros. Em sua música, seja nas letras ou ritmos, estão presentes tanto elementos da cultura açoriana do litoral de SC, quanto da cultura regional da Serra catarinense e da fronteira com a Argentina, trazidos pela experiência e origem diversa de cada um dos integrantes e pela ampla pesquisa de campo realizada pelo grupo, que já percorreu todo o Sul do Brasil, realizando mais de 1.000 shows.

spot_img
spot_img