20.6 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 1, 2021
cinesytem

Grupo Novo Brasil divulga nota oficial sobre situação de P12, El Divino e Donna

spot_img

Grupo Novo Brasil divulga nota oficial sobre situação de P12, El Divino e Donna

spot_img

O DeOlhoNaIlha recebeu na noite desta quarta-feira, 30, uma nota oficial do Grupo Novo Brasil a respeito da situação das casas noturnas de sua propriedade: Parador 12, El Divino e Donna. As três integram a lista divulgada pelo Corpo dos Bombeiros que relata a situação de 61 estabelecimentos de Florianópolis. Na lista, o P12 aparece com nível máximo de necessidade de vistoria (pendência: “manutenção indeferida”). Já El Divino, com “manutenção vencida”, e Donna, com “manutenção vencida e lotação máxima não definida em projeto”, ficaram classificadas em baixa prioridade.

No caso do El Divino e do Donna, o grupo confirma que a manutenção venceu no último domingo, 27, mas enviou por e-mail os protocolos que comprovam que já solicitou nova vistoria. No caso do P12, o grupo demonstra que a informação dos Bombeiros está errada, já que um “atestado de vistoria” (também enviado por e-mail) foi expedido pela instituição no dia 15/8/2012, com validade de 1 ano, o que dá á casa a garantia de que “atende aos padrões mínimos de segurança contra incêndio”.

Na matéria desta quarta-feira, o DeOlhoNaIlha mostrou ainda que na lista dos Bombeiros alguns nomes não são necessariamente de casas noturnas – como Barrense Futebol Clube e Canto do Rio – e alguns referem-se a estabelecimentos que não existem mais, como Macara Som e Latitude 27.

Os Bombeiros alertam que “certamente existem outras (casas noturnas) que não foram localizadas em nosso sistema, ou que funcionam sem nenhum alvará do Corpo de Bombeiros e ainda aquelas que, devido ao curto espaço de tempo e às limitações de recursos humanos e tecnológicos, não foram identificadas”.

Confira a íntegra da nota oficial do Grupo Brasil:

“Os proprietários dos estabelecimentos P12, El Divino, Donna, profundamente consternados com a trágica perda de mais de 240 jovens vidas no incendio (sic) na boate kiss (sic) em Santa Maria/RS, entendem como absolutamente correto (sic) a atuação estatal no sentido de exigir/cobrar de estabelecimentos similares sua regularidade. Todavia há que se ter em mente que os eventuais erros cometidos pelos proprietários e que deram azo a tragédia referida, não poderão motivar uma verdadeira cruzada contra todas as casas similares, como se estivessemos (sic) caçando bruxas. É o que parece que vem ocorrendo, pois tivemos noticia (sic) que a 30 Promotoria do Ministerio (sic) Público divulgou nota afirmando, iniveridicamente (sic), que o estabelecimeto (sic) P 12, (sic) estaria funcionando irregularmente. Tal noticia (sic), veiculada a revelia, contraria todos os documentos e alvaras (sic) que conferem ao estabelecimento o direito de funcionar, como é garantido pela Carta Constitucional. Quanto ao El Divino e o Donna, cujo o alvará do bombeiro expirou dia 27/01/13, domingo passado, os procedimentos para sua renovação já foram solicitados antecipadamente, temos em mãos o protocolo de renovação (como procedimento determinado pelos bombeiros – documentos anexo) e estamos aguardando ainda pela vistoria, não faz sentido apontar irregularidades sem fiscalização. Requer assim, respeitado o direito de resposta que seja veiculado que a informação não corresponde com a verdade, sob pena de agravamento do dano material e moral causado ao estabelecimento”.

spot_img
spot_img