19.6 C
fpolis
segunda-feira, setembro 20, 2021
cinesytem

HD World Junior Championship começa com três vitórias brasileiras em Florianópolis

spot_img

HD World Junior Championship começa com três vitórias brasileiras em Florianópolis

Com ondas de 4-6 pés na Praia da Joaquina, começou nesta terça-feira, 29, o Campeonato Internacional de Surfe, HD World Junior Championship em Florianópolis. Os surfistas brasileiros Gabriel Medina, Jessé Mendes e João Paulo Abreu passaram direto para a terceira fase, mas ninguém superou as marcas do português Vasco Ribeiro no confronto que abriu o evento. O Campeonato segue nesta quarta-feira, 30, com as provas de repescagem. O evento está sendo transmitido ao vivo pela internet e o link pode ser acessado no site  www.aspsouthamerica.com.

Devido às difíceis condições do mar, a comissão técnica escolheu iniciar o evento que decide os títulos mundiais da ASP na categoria Pro Junior pelo masculino. Entre os brasileiros, os paulistas Gabriel Medina e Jessé Mendes e o catarinense João Paulo Abreu, foram os únicos que estrearam com vitórias e passaram direto para a terceira fase. Os outros dez vão ter que encarar a repescagem.

Medina é o único top do WCT que está competindo no HD World Junior Championship. Ele derrotou o japonês Hiroto Arai e o italiano Leonardo Fioravanti por exatos 15 pontos com as notas 7,67 e 7,33 que recebeu em suas duas melhores ondas surfadas na décima bateria do dia. Já a primeira vitória brasileira foi conquistada por outro paulista, Jessé Mendes, que totalizou 15,10 pontos com notas 7,93 e 7,17 para superar o paraibano Samuel Igo e o havaiano Joshua Moniz.

Apenas quatro surfistas conseguiram somar mais pontos que Gabriel Medina e Jessé Mendes na primeira fase do HD World Junior Championship. O havaiano Keanu Asing e o sul-africano Slade Prestwich totalizaram 15,70 pontos e o costaricense Carlos Muñoz, semifinalista do ASP Prime no sábado em Portugal, estreou com 16,70. No entanto, ninguém superou o português Vasco Ribeiro, que na primeira bateria do dia fez os recordes do campeonato, atingindo 17 pontos na melhor apresentação da terça-feira nas ondas da Praia da Joaquina.

Outro forte candidato ao troféu de melhor surfista do mundo com até 21 anos de idade é o havaiano Keanu Asing. Ele já tem vitória em etapas do ASP World Star no currículo e estreou no HD World Junior Championship computando notas 8,70 e 7,00 para derrotar o vencedor da triagem no sábado, o cearense Michael Rodrigues, além do australiano Daniel Glenn. O brasileiro chegou a liderar a bateria com as notas 6,00 e 7,27 das primeiras ondas que surfou, mas não conseguiu trocar o 6,00 por 8,44 pontos para superar o havaiano.

Quem também se destacou no primeiro dia foi o único surfista da Costa Rica, Carlos Muñoz, que no sábado foi semifinalista do ASP Prime de Cascais, em Portugal. O costaricense surfou três ondas excelentes para fazer o segundo maior placar do dia – 16,70 pontos. Ele acabou descartando a nota 7,0 da sua primeira onda boa e somando a 8,0 e a 8,7 das duas seguintes que surfou para aplicar uma "combination" (quando os adversários ficam precisando de mais de 10 pontos para vencer) sobre o carioca Lucas Silveira e o australiano Mitchell Parkinson, sobrinho do atual campeão mundial Joel Parkinson.

O HD World Junior Championship 2013 é apresentado pela Devassa e distribui uma premiação total de 130 mil dólares nas duas categorias. O evento homologado pela Association of Surfing Professionals (ASP) é uma realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e da Associação de Surf da Joaquina (ASJ), com patrocínio da marca de surfwear HD, Ecco Energy, Cup Noodles e apoio do FUNDESPORTE do Governo do Estado de Santa Catarina e da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria Municipal de Turismo, com divulgação oficial pela Rede Atlântida, Revista Fluir e Site Waves.
 

spot_img
spot_img

Leia mais