21 C
fpolis
sábado, janeiro 29, 2022

IF-SC organiza Encontro Franco-Brasileiro de Gastronomia em Florianópolis

IF-SC organiza Encontro Franco-Brasileiro de Gastronomia em Florianópolis

spot_img

Começou hoje (27), no Campus Florianópolis-Continente do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC), o Encontro Franco-Brasileiro de Gastronomia. O evento ocorre até quinta-feira, dia 29, e tem como objetivos viabilizar o intercâmbio de alunos e professores entre os países, valorizar a identidade gastronômica da França e do Brasil, promover a troca de experiências e incentivar a pesquisa científica e a inovação tecnológica na área. O encontro faz parte de um acordo de cooperação firmado entre os dois países em 23 de dezembro de 2008 na área da educação profissional.

“Vamos buscar, com essa iniciativa, desenvolver o trade turístico local e o trabalho realizado pelo IF-SC na educação profissional na área de Hospitalidade, Turismo e Lazer”, explica uma das organizadoras do evento, a professora Jaqueline Cardoso. “Queremos trazer os métodos e técnicas utilizadas na França para a nossa realidade, aproveitando o que elas oferecem de melhor tanto para o mercado quanto para o ensino.”

A diretora-geral do Campus Florianópolis-Continente, Daniela de Carvalho Carrelas, ressalta que o IF-SC tem bastante a aprender com o intercâmbio de informações com os franceses. “Sabemos que nessa parceria temos um papel de aprendizes. Reconhecemos a importância da França na gastronomia e na hotelaria”, diz. Daniela enfatiza a importância do apoio do Ministério da Educação para que o encontro fosse viabilizado, além do empenho dos servidores organizadores do evento.

O Encontro Franco-Brasileiro de Gastronomia trouxe ao IF-SC uma comitiva do Liceu de Hotelaria e Turismo Saint-Quentin en Yvelines. Para o diretor do liceu, Bernard Troy, o evento tem extrema importância para reforçar os laços entre instituições de ensino francesas e brasileiras, e proporcionar o intercâmbio de conhecimentos. “Os dois estabelecimentos têm os mesmos objetivos profissionais, e essa troca será muito importante para o desenvolvimento de nossas áreas de atuação.”

Após a abertura do evento, ocorreu a primeira atividade, uma mesa-redonda com o objetivo de discutir e comparar o modelo de educação profissional na França e no Brasil. Entre as diferenças dos dois países, Bernard Troy aponta o fato de que na França os alunos também estudam disciplinas “gerais” durante o curso técnico. Para ele, essa comparação é fundamental para que os profissionais percebam a importância de uma formação adequada.

Mais informações sobre o Encontro Franco-Brasileiro de Gastronomia no site www.continente.ifsc.edu.br

spot_img
spot_img