13.5 C
fpolis
sexta-feira, setembro 24, 2021
cinesytem

Inclusão feminina: 75% do quadro da Unicred SC/PR é composto por mulheres

spot_img

Inclusão feminina: 75% do quadro da Unicred SC/PR é composto por mulheres

spot_img

 

Cooperativismo propicia a igualdade de gênero e valoriza as lideranças femininas

 

 

Historicamente, o mercado e as instituições financeiras sempre foram vistos como ambientes masculinos, principalmente nos cargos de chefia. Este fato ainda precisa percorrer um longo caminho, mas uma trajetória de conquistas já foi trilhada pelo Sistema Unicred SCPR.

 

Há 25 anos, a Diretora de Riscos e Compliance, Silvana Agostini iniciava a sua jornada profissional na Unicred. “Eu entrei como contadora da cooperativa que ainda era muito pequena, mas já naquela época as mulheres estavam presentes na base e na linha de frente, no relacionamento com os cooperados. A presença feminina era maior que 50%”, relembra a Diretora.

 

A filosofia cooperativista não promove ações que buscam um diferencial ou até mesmo uma disputa de gêneros dentro do Sistema. “É uma questão cultural, o machismo existe, mesmo que de uma forma velada na nossa sociedade, mas tecnicamente nós mulheres evoluímos muito, e assim conseguimos ir para debates e defender nossas opiniões em reuniões de diretoria ou conselho de igual para igual”, avalia Silvana Agostini, que ainda complementa: “ Acho que a mulher precisa ter esse protagonismo. A nossa grande batalha não é para que as mulheres tenham mais ou menos posições, mas sim que se consiga trazer profissionais com visões e vivencias diferentes para o centro. Eu estou muito realizada como executiva dentro do Sistema Unicred, pois aqui consegui fazer minha carreira e ser mãe, tendo toda atenção e cuidado possível, o que é fundamental no cooperativismo.

 

Unicred SCPR vai preparar lideranças femininas

 

Hoje, 75% do quadro da Central SCPR é feminino, em praticamente todas as áreas: atendimento, gerência, executivo e conselho.  A Coordenadora de Gestão de Pessoas, Adriana Marciano conta que está em fase de estruturação, uma área de OQS – Organização do Quadro Social e Política de Sucessão, com o objetivo de preparar lideranças femininas para Diretoria e Conselho.

 

“Ainda temos um longo caminho para percorrer, pois, embora sejamos a maioria em posições de Gestão e Técnicas, temos espaços para conquistar na Diretoria Executiva e Estratégica. Atualmente temos apenas três mulheres que ocupam posições na Diretoria Executiva.  

 

Nas 72 agências que integram a Central SC/PR, 22 são lideradas por gerentes femininas. E 10 mulheres fazem parte do Conselho de Administração e Fiscal.

spot_img
spot_img

Leia mais