16.6 C
fpolis
quinta-feira, setembro 23, 2021
cinesytem

Indústria de Santa Catarina registra queda na produção, vendas e exportação

spot_img

Indústria de Santa Catarina registra queda na produção, vendas e exportação

spot_img

A indústria de Santa Catarina registrou queda na produção e nas vendas em setembro. Conforme o IBGE, a produção industrial recuou 8,3% sobre setembro de 2011. As vendas reais, pesquisadas pela Federação das Indústrias (FIESC), tiveram retração de 7,9% em setembro ante agosto, com queda no faturamento dos 16 setores da indústria de transformação pesquisados. As exportações do Estado em outubro registraram decréscimo de 13,6% em relação ao mesmo período no ano passado.

Conforme dados do IBGE, a produção registrou queda em nove das onze atividades pesquisadas em setembro em relação ao mesmo período em 2011. O impacto mais negativo sobre o total do setor foi observado em máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-46,9%), que teve recuo na fabricação de motores elétricos.

Na sequência, o segmento de borracha e plástico apresentou queda de -15,3%, reflexo da diminuição na produção de peças e acessórios de plástico para a indústria automobilística. Também foram registradas variações negativas nos segmentos de alimentos (-13,3%) e máquinas e equipamentos (-3,3%).

A pesquisa indicadores industriais, da FIESC, mostra que a queda de 7,9% nas vendas reais da indústria em setembro sobre agosto é explicada pelo menor número de dias trabalhados, pela redução da demanda doméstica e pela diminuição das exportações.

Os setores com maiores decréscimos foram metalurgia básica (-13,7%); veículos automotores (-11,7%); produtos metálicos (-11,2%); máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-10,5%); produtos minerais não-metálicos (-9,4%), máquinas e equipamentos (-9,4%), têxteis (-9%) e alimentos e bebidas (-8,3%). No período também foram registrados recuos nas horas trabalhadas na produção (-6,2%) e na massa salarial real (-2,4%).

As exportações catarinenses, por sua vez, registraram retração de 13,6% para US$ 717,1 milhões em outubro sobre o mesmo período em 2011. O resultado foi puxado pela queda nos embarques de pedaços e miudezas de frango (-20,2%), carne suína (-15,3%) e fumo (-20,8%).

No ano, as vendas ao mercado internacional totalizam US$ 7,58 bilhões, com leve alta de 1,6% sobre igual período no ano anterior. Dos dez principais destinos dos produtos catarinenses, cinco registraram queda: Argentina (-10%), Japão (-24,3%), Países Baixos (-8,4%), Reino Unido (-4,2%) e Alemanha (-10,7%).

Em outubro sobre o mesmo período no ano passado, as importações catarinenses cresceram 2,7% para US$ 1,36 bilhão. No ano, as compras do Estado no exterior somaram US$ 12,1 bilhões. O saldo da balança comercial acumula déficit de US$ 4,57 bilhões.

spot_img
spot_img

Leia mais