18.5 C
fpolis
quinta-feira, setembro 23, 2021
cinesytem

Irmandade Senhor dos Passos apresenta para imprensa e comunidade a maior manifestação religiosa do sul do país

spot_img

Irmandade Senhor dos Passos apresenta para imprensa e comunidade a maior manifestação religiosa do sul do país

spot_img

Edição deste ano da Procissão do Senhor dos Passos acontece nos dias 28 e 29 de março em Florianópolis

A Procissão Senhor dos Passos já figura entre os maiores eventos de fé do Brasil, ficando somente atrás do Círio de Nossa Senhora de Nazaré e das homenagens ao Padre Cicero, em Juazeiro do Norte.

Vice-prefeito garantiu que todo o trajeto será revitalizado para a edição de 2021, com novo paver e calçadas com novo urbanismo.

Na manhã desta terça-feira, 10 de março, a Irmandade Senhor dos Passos realizou a apresentação para imprensa e comunidade da edição deste ano da Procissão Senhor dos Passos. Tradição entre os católicos catarinenses desde 1766, a Procissão do Senhor dos Passos celebra em 2020 sua 254ª edição. Realizada anualmente, sempre 15 dias antes da Páscoa, a procissão mobiliza milhares de fiéis no cortejo pelas ruas do Centro de Florianópolis. A edição deste ano acontecerá nos dias 28 e 29 de março, mas a programação completa das celebrações tem início já no dia 22 de março.

Há 254 anos, a Procissão do Senhor dos Passos ganha às ruas do Centro da capital catarinense como símbolo de fé e história. A festividade iniciou em 1766, após dois anos uma embarcação com destino a cidade de Rio Grande (RS), ter atracado na Ilha do Desterro trazendo a imagem baiana de Senhor Jesus dos Passos. Por uma vontade divina, assim acreditaram os católicos da Ilha, a vinda por engano da escultura que rememora o sofrimento de Jesus Cristo crucificado, se tornou símbolo de devoção. A imagem é atribuída ao escultor baiano Francisco das Chagas.

A Procissão do Senhor dos Passos é Patrimônio Cultural Imaterial de Santa Catarina, conforme Decreto n° 2.504 de 2006 e agora, e desde 05 de abril de 2019 também tem o título Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Segundo levantamentos históricos, a Procissão Senhor dos Passos já figura entre os maiores eventos de fé do Brasil, ficando somente atrás do Círio de Nossa Senhora de Nazaré e das homenagens ao Padre Cicero, em Juazeiro do Norte, e que enche de orgulho os fiéis de Santa Catarina. Esse é o principal motivo de tanta dedicação e fé, para todos os membros da Irmandade do Senhor Jesus dos Passos.

O presidente da CDL, Ernesto Capone, destacou que a entidade se sente honrada em integrar a equipe de trabalho de apoio a Procissão Senhor dos Passos. “Um momento de fé, que transborda de alegria, uma representação de que as pessoas ainda acreditam no próximo”, ressaltou Capone.

O provedor da Irmandade Senhor dos Passos, Eduardo Dutra da Silva, destacou a importância da renovação da fé da população, que ano após ano vem tomando as ruas da cidade nos dias da Procissão.

“É com muito prazer que a gestão João Batista e Gean Loureiro recebe essa responsabilidade de ter, através do Iphan, um patrimônio cultural imaterial do Brasil, que é a Procissão Senhor dos Passos. Isso aumenta a nossa responsabilidade, aumenta a fé, a religiosidade do nosso povo e é com muita alegria que queremos repassar a todos os católicos essa honrosa missão. Sendo assim, seria irresponsabilidade do gestor público se não nos reuníssemos e apoiássemos esse evento de tamanha relevância no cenário nacional. Toda nossa energia está focada para realizarmos uma prefeita Procissão. E mais, este ano temos, além do tombamento, para celebrar. Sem os tapumes no Largo da Alfandega não teremos mais desvios no trajeto e mais, para a Procissão de 2021 a prefeitura se compromete em  ter revitalizado todo o entorno da Praça XV e também de todo o trajeto que a procissão percorre, com paver e calçadas revitalizadas, mantendo a história, mas com um mosaico e novo projeto de urbanismo”, destacou o vice-prefeito João Batista Nunes.

Um dos grandes desafios para edição deste ano é atrair ainda mais jovens para o evento, para que se possa manter viva a história e a Procissão.“Os jovens são importantes para a procissão para manter viva essa tradição de nosso estado, são os jovens o futuro da igreja, são eles que futuramente irão manter viva a chama de Cristo. Precisamos reunir cada vez mais jovens na Procissão Senhor dos Passos para nos unirmos e termos forças para mostrar que a única salvação é Cristo, para levarmos a todos os cantos do nosso estado que estamos firmes na fé e que o lugar do jovem também é em oração e devoção”, destaca Afonso Messias, representante da ala jovem.

Momentos importantes

Alguns momentos marcam a tradição, como as missas que iniciam 10 dias antes da tradicional Procissão, a cerimônia da Lavação da Imagem, realizada sempre na quinta-feira que antecede o evento, realizada por crianças de até 7 anos simbolizando a pureza e na sequência os adultos secam a imagem. A cerimônia prepara o Senhor Jesus dos Passos para a saída às ruas. Rito ocorre quinze dias antes da Sexta-Feira Santa. As crianças passam um pano embebido em água perfumada nos pés, rosto e mãos da imagem. Esta água perfumada e benta é distribuída entre as pessoas que a procuram para a cura de algum mal. Distribuição é feita na Capela Menino Deus. Além disso, a Procissão do Carregador, que é realizada no sábado de manhã, no sábado à noite, a Procissão da Transladação das Imagens do Senhor Jesus dos Passos e da Nossa Senhora das Dores; e por fim, na tarde de domingo, a Procissão propriamente dita, que consagra o final dos festejos.

Alterações do trânsito

A Guarda Municipal e Polícia Militar farão fechamento de ruas para garantir o bom andamento do cortejo e a segurança dos fiéis.

“Toda a Menino Deus, toda a rua Vulcão Viana, a rua Tiradentes e todas as ruas no entorno da Praça XV vão estar bloqueadas para estacionamento. A ideia é de que a Guarda Municipal antecipe esses bloqueios evitando que qualquer veículo estacione e atrapalhe a passagem da procissão. Além disso, haverá outros bloqueios. A Guarda Municipal vai encaminhar para todas as emissoras de TV e todos os meios de comunicação que possam divulgar o mapa que vai delimitar os pontos onde a procissão vai passar e os bloqueios necessários e os horários que possa acontecer sem nenhuma intercorrência , e para que a Guarda Municipal garanta a segurança das pessoas e também o trajeto alternativo para quem todos que queiram participar do evento ou aqueles que não queiram participar possam fazer seu deslocamento normal seguindo seu destino”, destaca o coordenador da Procissão, Rogério Laureano.

Na sexta-feira, dia 27, no decorrer da noite, cones serão colocados nas ruas Menino Deus, Bulcão Viana, Tiradentes e no entorno da Praça XV de Novembro, para impedir o estacionamento de automóveis nestes locais.

No dia 28 de março, sábado, o trânsito será interrompido a partir das 8 horas nas ruas que integram o trajeto da Procissão do Carregador: ruas Menino Deus, Bulcão Viana, Tiradentes, Ilhéus e Tenente Silveira (no trecho em frente a Catedral Metropolitana de Florianópolis). Após o cortejo, que deve durar em torno de 45 minutos, o trânsito será liberado.

No período da tarde, a partir das 18 horas, o trânsito será interrompido novamente nas ruas que fazem parte do percurso da Procissão da Transladação das Imagens do Senhor Jesus dos Passos e da Nossa Senhora das Dores. O trajeto é similar ao da Procissão do Carregador.

No domingo, 29 de abril, às 6 horas, as ruas Tiradentes e Bulcão Viana serão fechadas para que os fiéis façam a confecção dos tradicionais tapetes, decorados com motivos religiosos, alusivos à festividade. Às 14 horas, o ponto de táxi da Praça XV de Novembro será deslocado, para não prejudicar a evolução da procissão.

A imagem

Esculpida em madeira pelo baiano Francisco Chagas, a imagem de Nosso Senhor Jesus dos Passos estava originalmente destinada a uma igreja da cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul (RS). Em 1764, o barco que a trazia fez escala para abastecimento na antiga Nossa Senhora do Desterro (Florianópolis). Após três tentativas frustradas em seguir viagem ao Rio Grande, devido às fortes tempestades, a tripulação tomou como sinal divino de que a imagem deveria permanecer na cidade, onde já havia recebido visitas nos dias que permaneceu no porto. Dois anos depois, em 1766 foi realizada a primeira Procissão.

A imagem representa a primeira queda de Jesus a caminho do Calvário. Em tamanho natural, tem o joelho esquerdo apoiado no chão e as mãos seguram a grossa cruz amparada no ombro esquerdo. A túnica de tecido roxo decorada com bordados dourados deixa a mostra os pés do Senhor dos Passos. No rosto escorrem suor e sangue, provocados pela coroa de espinhos que prendem os longos cabelos.

Os momentos da Procissão

– O trajeto: as imagens saem da Catedral Metropolitana de Florianópolis. A imagem do Nosso Senhor Jesus dos Passos e a Imagem de Nossa Senhora das Dores fazendo trajetos diferentes. O cortejo é aberto por um estandarte, chamado Guião, onde se lê a sigla S.P.Q.R. – Senado de Todo o Povo Romano – e segue, então, restituindo os passos do Calvário, numa representação da "Via Crucis". Milhares de pessoas acompanham a Procissão. Integram o cortejo pessoas da comunidade representando as figuras de José de Arimatéia, Nicodemus, São João, Maria Mãe, Maria Madalena, Simão Cirineu, Três Beús e a Verônica, que acompanharam Cristo em direção ao Monte Calvário.

Nesse cortejo participam também os pagadores de promessas. No decorrer da Procissão, acontecem algumas paradas, chamadas de "estações da Via Crucis". É neste momento que Verônica canta anunciando a dor de Cristo. Após o canto, a matraca (instrumento de madeira e ferro) é tocada e o seu som é o sinal para dar prosseguimento ao cortejo.

– Sermão do Encontro: após percorrer o centro da cidade as imagens retornam à frente da Catedral, acontecendo o Sermão do Encontro, com o Encontro das duas imagens: Senhor Jesus dos Passos – o Filho – e Nossa Senhora das Dores – a Mãe. É neste momento que acontece o "Sermão do Encontro". Em 2019 o sermão será proferido pelo padre Vilson Groh.

– Retorno para Capela Menino Deus: após o Sermão do Encontro as duas procissões se unificam e seguem em direção à Capela do Menino Deus, no Morro da Boa Vista, simbolizando o Monte Calvário.

Programação

Dia 22/03/2020 – Domingo

8 horas – Missa de Investidura de Novos Irmãos e Irmãs

Local: Capela Menino Deus (Irmandade do Senhor Jesus dos Passos)

Dia 25/03/2020 – Quarta-feira

19h30 – Missa e Bênção do Santíssimo Sacramento

Dia 26/03/2020 – Quinta-feira

7h – Lavação da Imagem

9 horas – Missa e Administração do Sacramento da Unção dos Enfermos

19h30 – Missa e Bênção do Santíssimo Sacramento

Dia 27/03/2020– Sexta-feira

19h30 – Missa e Bênção do Santíssimo Sacramento

Dia 28/03/2020 – Sábado

7h30 – Missa e Procissão do Carregador

17h30 – Missa em honra do Senhor Jesus dos Passos

20 horas – Transladação da Imagem do Senhor Jesus dos Passos e da Nossa Senhora das Dores da Capela Menino de Deus para a Catedral Metropolitana

Dia 29/03/2020 – Domingo

9h30 – Missa na Catedral Metropolitana com a participação da Irmandade do Senhor Jesus dos Passos

16 horas – Procissão do Encontro das Imagens do Senhor Jesus dos Passos e Nossa Senhora das Dores.

Dia 30/03/2020 – Segunda-feira

8h30 – Missa de Ação de Graças

Local: Capela Menino Deus do Hospital de Caridade

 

spot_img
spot_img

Leia mais