24.4 C
fpolis
domingo, janeiro 23, 2022
cinesytem

Jornada de Gênero, Teatro e Cinema: Exibição do vídeo Os Monólogos da Vagina e debate

Jornada de Gênero, Teatro e Cinema: Exibição do vídeo Os Monólogos da Vagina e debate

spot_img

No dia 6 de maio, às 19h, a Fundação Cultural BADESC promove a Jornada de Gênero, Teatro e Cinema com exibição gratuita do vídeo Os Monólogos da Vagina (The Vagina Monologues), versão do espetáculo para a televisão produzida pelo canal HBO. No programa, são alternados momentos de entrevistas da autora e atriz Eve Ensler sobre seu processo de escrita dramatúrgica e suas performances, em que interpreta nove monólogos.

O espetáculo Os Monólogos da Vagina teve sua première em 1996, no Here Arts Center, em Nova York. Eve Ensler conseguiu reconhecimento internacional e logo seu espetáculo foi produzido com três atrizes “celebrity monologists”. Desde então, a peça foi traduzida para diversas línguas e encenada em inúmeros países. No Brasil, esse espetáculo foi produzido em 2000 por Cássio de Souza e Vera Setta e também foi adaptado e dirigido por Miguel Falabella.

Os Monólogos seguem um estilo stand up comedy: no palco, uma atriz direciona suas falas diretamente para o público e o espetáculo tem um formato episódico, cada quadro em si contém uma história. Essas histórias foram baseadas em entrevistas realizadas pela autora com mulheres de várias faixas etárias, etnias, classes sociais e culturas. O assunto é a sexualidade feminina, mas a abordagem de Ensler é direta e propõe a fisicalização dessa “sexualidade” por meio de perguntas diretas, como: “se a sua vagina falasse, o que ela diria?”. A opção de Ensler por explicitar o corpo feminino ao falar sobre o órgão feminino – A Vagina –, faz o público refletir sobre um tabu engendrado na relação com nosso próprio corpo.

Convidadas para o diálogo

Claúdia Mussi – Graduada em Artes Cênicas pela UDESC, bolsista de pesquisa no projeto “Poéticas do Feminino e Masculino: a prática teatral a partir das teorias de gênero” (2008-09), época em que participou da leitura dramática dos Monólogos da Vagina no Centro de Artes (UDESC). Foi diretora musical da peça Vinegar Tom, de Caryl Churchil, e integrante da banda de mulheres Vinegar Tom. Cláudia atua nas áreas de jornalismo, fotografia, produção cultural, teatro e música.

Álika- Aluna de Artes Cênicas no CEART, bailarina, professora de Danças Femininas e Ginástica Pélvica, produtora e instrutora de cursos sobre sexualidade da mulher. Atua profissionalmente com Dança do Ventre há 12 anos e, há sete, com sexualidade e o Feminino Sagrado.

Promoção: Grupo de Estudos Teatro e Gênero, coordenado pela professora Dra. Maria Brígida de Miranda (Curso de Artes Cênicas do Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina – CEART/UDESC).

Organização:
Maria Brígida de Miranda (CEART/UDESC)
Fátima Costa de Lima (CEART-UDESC/CIN-UNISUL)
Janaina Träsel Martins (CCE-UFSC)

Sobre as Jornadas de Gênero, Teatro e Cinema
São realizadas mensalmente e têm a finalidade de discutir questões de gênero por meio da análise de obras teatrais e cinematográficas. A cada sessão há um convidado que discute a obra apresentada, por meio da perspectiva dos estudos de gênero. Apesar do caráter acadêmico do evento, ligado a uma linha de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UDESC, sua realização em um espaço cultural no centro da cidade de Florianópolis, com acesso gratuito, visa a promover a experiência estética com obras de vanguarda pouco difundidas nos meios de comunicação habituais, a divulgação da pesquisa universitária na comunidade, e receber desta mesma comunidade suas impressões sobre temas que alimentam a pesquisa acadêmica e, muitas das vezes, lhe dão maior sentido e relevância.

Serviço
O quê: Jornada de Gênero, Teatro e Cinema: Os Monólogos da Vagina
Quando: Dia 6 de maio, às 19h
Onde: Fundação Cultural BADESC – Rua Visconde de Ouro Preto, 216 – Centro (48 -32248846)
Evento gratuito

spot_img
spot_img