16.9 C
fpolis
sexta-feira, outubro 22, 2021
cinesytem

Krystian Kymerson campeão do Oakley Pro Junior 2011 em Florianópolis

spot_img

Krystian Kymerson campeão do Oakley Pro Junior 2011 em Florianópolis

spot_img

Capixaba derrota o catarinense Cauê Wood na grande final do domingo na Praia do Campeche, em Florianópolis

Praia do Campeche, Florianópolis (SC) – O capixaba Krystian Kymerson, 18 anos, venceu o Oakley Pro Junior 2011 e faturou o título brasileiro Sub-20 da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). A final foi contra o catarinense Cauê Wood, 19, que tirou as chances de um bicampeonato inédito de Caio Ibelli, 17, nas semifinais em Florianópolis. O paulista dividiu o terceiro lugar com outro finalista do ano passado, Marco Fernandez, 19, da Bahia. A vitória no Domingo de Páscoa na Praia do Campeche, valeu um prêmio de R$ 9.000,00 e garantiu vaga na Divisão Principal do Circuito Brasileiro Profissional de 2012.

“Estou muito feliz por ter conseguido achar duas ondas boas na final contra o Cauê (Wood), que vinha quebrando o campeonato inteiro. O título vai para o Espirito Santo”, vibrou Krystian Kymerson. “Eu vim de uma viagem pela Austrália e a Escócia direto para este campeonato, treinei muito para tentar o título e agora consegui, é muito bom. Não comecei bem, cai para a repescagem, mas depois fui encaixando meu surfe aqui nas valas do Campeche e agora é só comemorar”.

O grande intervalo entre as séries fez com que poucas ondas fossem surfadas nas baterias do domingo na Praia do Campeche, com poucas ondas sendo surfadas nas baterias. Krystian Kymerson começou bem a decisão do título, acertando duas batidas fortes numa boa direita para receber nota 6,33.

Cauê Wood respondeu com um 6,00 em uma manobra explosiva de backside no crítico de uma esquerda. E o capixaba praticamente confirmou a vitória quando emendou uma batida com um lindo aéreo reverse de frontside que valeram nota 7,33. Depois não entraram mais ondas boas para uma reação de Cauê Wood.

“Estou amarradão pelo que fiz no campeonato. Cheguei a final, não consegui pegar uma outra onda boa pra somar, mas o Krystian (Kymerson) surfa pra caramba, achou duas ondas boas neste mar difícil e mereceu o título”, reconheceu Cauê Wood, que respondeu sobre os grandes duelos que venceu no Campeche.

“Na verdade, todas as baterias são difíceis, mas nas contra o Caio (Ibelli) e o Filipe Toledo também, entrei com mais vontade, as coisas deram certo, tirei várias notas altas, dei meu máximo. Pena que faltou ondas agora, mas fazer uma final aqui no Campeche também foi muito bom”, disse Cauê.

Na semifinal contra Caio Ibelli, o surfista da Praia do Matadeiro, que fica bem perto do Campeche, achou boas ondas para acabar com as chances do paulista conseguir o bicampeonato. Nas mesmas ondas do Riozinho do Campeche, Caio festejou o título do Oakley Pro Junior 2010 na final contra o baiano Marco Fernandez. Os dois agora dividiram o terceiro lugar no pódio e receberam R$ 2.300,00 de prêmio.

“Eu entrei focado na bateria, mas peguei um Cauê Wood inspirado e ele mereceu ir pra final”, disse Caio Ibelli. “Passei pelo Peterson (Crisanto) que já foi um adversário muito difícil e o Cauê pegou todas as ondas boas que entraram na bateria. Tentei reverter o resultado, mas ele sempre dava a resposta de imediato para me vencer. Mesmo assim, estou feliz com o resultado e parabéns para a Oakley por mais um grande evento. Ano que vem tento mais um título de novo”.

A Azul Linhas Aéreas apresentou o Oakley Pro Junior 2011, que contou com patrocínio exclusivo da Oakley e apoio do Governo do Estado de Santa Catarina, através do FUNDESPORTE – Fundo de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, da Prefeitura Municipal de Florianópolis, Fundação Municipal de Esportes e da Power Balance. A Revista Fluir, o site Waves e o Canal Woohoo foram os parceiros de mídia do evento homologado pela Confederação Brasileira de Surf (CBS) e pela Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), que organizou a competição junto com a Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e a Associação de Surf do Campeche.

FINAL DO OAKLEY PRO JUNIOR 2011:
Campeão: Krystian Kymerson (ES) com 13.66 pontos – R$ 9.000 e 1.000 pontos
Vice-campeão: Cauê Wood (SC) com 10.23 pontos – R$ 4.000 e 860 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar – R$ 2.300 e 730 pontos:
1.a: Cauê Wood (SC) 14.56 x 11.13 Caio Ibelli (SP)
2.a: Krystian Kymerson (ES) 15.33 x 14.13 Marco Fernandez (BA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar – R$ 1.200 e 610 pontos:
1.a: Cauê Wood (SC) 9.30 x 7.70 Luan Carvalho (SP)
2.a: Caio Ibelli (SP) 12.97 x 12.80 Peterson Crisanto (PR)
3.a: Marco Fernandez (BA) 10.80 x 7.93 Luel Felipe (PE)
4.a: Krystian Kymerson (ES) 13.73 x 7.97 Yuri Gonçalves (SC)

Por João Carvalho

spot_img
spot_img