15.1 C
fpolis
sexta-feira, setembro 17, 2021
cinesytem

LIDE Mulher debate a presença feminina no mercado de trabalho durante a pandemia

spot_img

LIDE Mulher debate a presença feminina no mercado de trabalho durante a pandemia

 

O Grupo de Mulheres Líderes Empresariais de Santa Catarina reúne personalidades femininas de destaque no mercado de trabalho para conversa sobre o protagonismo da mulher no enfrentamento da pandemia. 

 

Lideranças femininas e retomada dos negócios foi o tema da conversa que reuniu nomes de peso na tarde desta terça-feira (30), em evento on-line realizado pelo LIDE MULHER – Grupo de Mulheres Líderes Empresariais, do LIDE SC. O encontro contou com a participação da Presidente do Comitê WAHI – Comitê de Mulheres da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Alessandra Frisso, da CEO da Siemens de Omã, Young Global Leader do WEF e LinkedIn Top Voice 2020, Claudia Vergueiro Massei, e da sócia, Patrícia Molino, diretora de Cultura e Gestão de Mudanças e Líder do Comitê de Inclusão e Diversidade no Brasil e América do Sul da KPMG, Patricia Molino. 

 

Com o objetivo de ampliar o debate de gêneros no âmbito profissional, cada uma, dentro da sua área de atuação, contou suas experiências e convidou as participantes a refletirem sobre o papel da mulher nesse ambiente, ainda majoritariamente masculino. 

 

Alessandra Frisso trouxe um panorama das relações internacionais que vive dentro do Comitê WAHI, que tem como objetivo estreitar as relações entre as mulheres árabes e brasileiras por meio da troca de experiências culturais, sociais, religiosas e profissionais. “No evento, descobrimos muitos desafios semelhantes. Nesse período de pandemia, as mulheres mostraram uma capacidade incrível de adaptação, inovação e empreendedorismo. Ficou visível o quanto elas são fortes, mantêm seus empregos e seus negócios, a casa e a educação dos filhos. A habilidade de ser multitarefa, essa sensibilidade e a energia que a mulher tem são grandes diferenciais e grandes fortalezas”. 

 

Claudia Massei compartilhou suas experiências e falou da importância da mulher ultrapassar barreiras, tanto físicas quanto sociais, para alcançar seu lugar no mundo. Depois de passar por países como Marrocos, China e Alemanha, percebeu que a mulher é desfavorecida por ter uma jornada dupla em qualquer parte do mundo. Em Omã, país do Oriente Médio, onde Cláudia vive hoje, a presença feminina no mercado de trabalho também é pequena, já que as prioridades culturais são família, religião e trabalho. “Percebe-se que para as mulheres serem bem sucedidas aqui, elas têm que fazer um esforço a mais do que os homens. Não é só a questão de ter reconhecimento, mas existe uma expectativa real de que o foco da mulher seja a família, que o cuidado, o zelo!”.

 

 

 

Patrícia Molino apresentou reflexões sobre o protagonismo da mulher no mercado e os impactos da pandemia na carreira que potencializou ainda mais a desigualdade de gêneros. “A mulher estava numa curva crescente de evolução no mundo dos negócios, mas a pandemia exigiu a sua atenção aos compromissos domésticos, o que foi um retrocesso muito grande dessas conquistas. É necessário  refazer o trajeto, pois é certo que a liderança do futuro está no mundo feminino”.

 

O LIDE Mulher SC fomenta o intercâmbio cultural, amplia a oportunidade de relacionamento e capacita mulheres para se destacarem em um mercado tão competitivo. Faz parte do LIDE SC – Grupo de Líderes Empresariais de Santa Catarina, uma instituição que reúne os principais gestores do Estado com o intuito de integrar empresas, organizações e entidades privadas, por meio de programas de debates, fóruns de negócios e atividades de conteúdo.

spot_img
spot_img

Leia mais