fique por dentro de floripa

- Esportes - Maior corrida de revezamento da América Latina vai reunir 4 mil atletas em Floripa no sábado

11.04.2019

Maior corrida de revezamento da América Latina vai reunir 4 mil atletas em Floripa no sábado

11.04.2019
Maior corrida de revezamento da América Latina vai reunir 4 mil atletas em Floripa no sábado
Foto: Divulgação

A 24ª edição da prova Volta à Ilha, que é a maior corrida de revezamento por equipe em extensão da América Latina, reunirá quatro mil atletas na capital catarinense neste sábado, 13. O evento já é reconhecido no país inteiro: 70% dos participantes são de fora do Estado de Santa Catarina. Serão percorridos 140 km ao redor de Florianópolis com equipes de dois, oito ou 12 corredores, classificados em nove categorias. 

A complexidade da prova é o que atrai os competidores, que seguirão por paisagens com estradas de terra, trilhas, mata, montanha, dunas e ainda 20 praias. A prova tem 18 postos de troca, com distâncias entre 4 e 16 km em diferentes graus de dificuldade. Vans, carros e motos também auxiliam no transporte dos atletas neste percurso.

“É uma prova diferente, vibrante, desafiadora, que exige estratégia e planejamento na escalação de cada membro da equipe”, comenta Carlos Duarte - criador e organizador da Volta à Ilha, que é promovida pela Eco Floripa Eventos Esportivos. Segundo ele, os distintos percursos e a condição física de cada atleta estimula o espírito de companheirismo e colaboração mútua no grupo.

Percursos

A saída será do trapiche da Avenida Beira-Mar Norte e segue fácil até o bairro João Paulo. Depois, em direção a SC-401 inicia o percurso difícil. O ritmo se torna moderado entre as praias de Santo Antônio de Lisboa, Daniela e Jurerê Internacional. A Cachoeira do Bom Jesus para a Praia Brava já considerado um trajeto muito difícil. O nível da resistência diminui um pouco ao passar pelas praias Brava e Ingleses.

Em seguida, a corrida se intensifica com outros percursos muito difíceis, como a praia do Santinho, Moçambique, Joaquina, Novo Campeche e Armação. O Morro do Sertão é ponto mais difícil e temido da prova. Após, os corredores se dirigem à Tapera, Via Expressa Sul e o ritmo diminuiu próximo à chegada, no trapiche da Avenida Beira-Mar Norte.

Turismo esportivo

Aproximadamente R$ 12 milhões são deixados em Florianópolis com a corrida Volta à Ilha, segundo pesquisa feita pela Eco Floripa. A maioria dos quatro mil competidores se desloca de avião (68%) e eles não vêm sozinhos, quase todos trazem algum acompanhante para a viagem. Como boa parte dos atletas é de fora de Florianópolis, 81% se hospedam em hotéis. Tradicionalmente, São Paulo é o estado mais participativo do Brasil na Volta à Ilha, somando 25% do total de vagas.

Como começou

Em 1996, depois muitas voltas à Ilha de Santa Catarina, a prova foi criada. No início eram somente 22 equipes, hoje já são 400. As inscrições eram feitas pessoalmente ou por fax, já que não havia internet e celular. Durante muitos anos, a apuração dos resultados foi feita manualmente, pois não havia ainda os chips e o GPS. O percurso sofreu mudanças para se adaptar ao crescimento da cidade, mas o principal não se perdeu: a volta à Ilha.

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Seguro para bikes garante proteção aos ciclistas

17.10.2019

Seguro para bikes garante proteção aos ciclistas

Barbearia Vip é a nova patrocinadora do Figueirense

14.10.2019

Barbearia Vip é a nova patrocinadora do Figueirense

Última etapa do circuito estadual de tênis acontece em Florianópolis

09.10.2019

Última etapa do circuito estadual de tênis acontece em Florianópolis

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.