18.7 C
fpolis
quinta-feira, junho 20, 2024
Cinesystem

Moradores já colhem verduras na Horta Solidária do bairro Lisboa, em São José (SC)

spot_img

Moradores já colhem verduras na Horta Solidária do bairro Lisboa, em São José (SC)

spot_imgspot_img

Espaço tem 25 canteiros, sendo 23 tradicionais e 02 com acessibilidade para cadeirantes e deficientes visuais

Já tem verduras sendo colhidas na Horta Solidária do bairro Lisboa, em São José (SC). O espaço foi inaugurado em 28/03 com 2.550 mudas espalhadas em 25 canteiros, sendo 23 tradicionais e 2 com acessibilidade para qualquer criança neurodivergente. Esta é a quinta e maior horta solidária do Município, e fica junto à Capela Nossa Senhora de Fátima, na Rua Coimbra, beneficiando cerca de 50 famílias da região. 

No local crescem brócolis, chicória, repolho, espinafre, beterraba, couve-flor, alfaces lisa, crespa, roxa e americana, almeirão e rúcula. Ainda, a horta ganhou mudas das frutíferas, como limão galego, laranjas sanguínea e imperial variegata, tangerina ponkan, pitanga, grumixama, araçás amarelo e vermelho, cerejas madagascar e rio grande, jaca, acerola, cabeludinha, nêspera, graviola e carambola. 

E a gestão é compartilhada por voluntários, sendo que um dos grupos é a associação de apoio a mães atípicas – Mães que se Apoiam. A presidente-fundadora da entidade, Carla Maria Barbosa Ladwiz, está feliz com o projeto. “Alface, espinafre e couve foram as primeiras colheitas. E já vamos trazer mais mudas de alface e também plantaremos beterraba e alguns chás”, comemora Carla.

A Associação acolhe, informa e profissionaliza mulheres cuidadoras de crianças com deficiência, doença ou neuro diversidades, para que possam ter estrutura para atender a família e as demandas que a criança venha a ter. E trabalhar na horta vai muito além da colheita de verduras. “O que essa horta traz pra gente é um grão de areia, mas que para a gente faz muita diferença, pois é um espaço onde se pode ir sozinha, ou com as crianças, para atividades com famílias”, explica Carla. “Trabalhar nesta horta é uma verdadeira terapia”, completa.

Os dois canteiros com acessibilidade geridos pela entidade foram estruturados para permitir a passagem de cadeira de rodas e, agora, estão recebendo corrimãos. Conforme Carla, depois será instalado piso podotátil. “Toda ideia de inclusão que se busca dentro da sociedade é muito difícil, então, quando fomos convidados para fazer parte da Horta Solidária do bairro Lisboa, nos sentimos muito incluídas”, salienta. 

Realizado pela Prefeitura de São José, o projeto desenvolvido no bairro Lisboa recebeu apoio das empresas Quantum Engenharia e Pauta Distribuição, que atuaram na construção da horta em cooperação com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação. 

Com a sua participação neste projeto, a Quantum Engenharia – referência em Energia Solar Fotovoltaica, Subestações e Iluminação Pública com mais de 30 anos de atuação no mercado – reforça o seu compromisso com os princípios ESG (em inglês Environmental, Social and Governance, que significa Ambiental, Social e Governança), conforme explica a analista ambiental da empresa, engenheira ambiental e sanitarista Amanda Conrado. 

“Muito além do que a tecnologia e as soluções de engenharia elétrica praticadas pela Quantum Engenharia está a preocupação e a importância de conduzir suas atividades priorizando a sustentabilidade e os desdobramentos quanto ao meio ambiente, ao aspecto social e a transparência em seus negócios, caracterizando amplamente a adoção dos princípios ESG. Então é natural, para nós, o engajamento em projetos como a Horta Solidária, em São José”, destaca Amanda.

editor.deolhonailha
editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img