fique por dentro de floripa

- Saúde - Mutirão de oftalmologia garante atendimento e óculos para crianças em idade escolar no Hospital Universitário

12.07.2019

Mutirão de oftalmologia garante atendimento e óculos para crianças em idade escolar no Hospital Universitário

12.07.2019
Mutirão de oftalmologia garante atendimento e óculos para crianças em idade escolar no Hospital Universitário
Foto: Divulgação

Próximo mutirão está marcado para a manhã de sábado, 13 de julho

Um programa desenvolvido por profissionais do Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU-UFSC) está mudando a vida de crianças em idade escolar. Trata-se de um projeto de atendimento oftalmológico completo, com consultas, seis tipos de exames clínicos e até preparação de lentes e entrega de óculos com armação. Tudo isso no mesmo dia, beneficiando cerca de 100 jovens por mês.

“É o serviço público atendendo diretamente a população”, resumiu o médico oftalmologista Rodrigo Cavalheiro, coordenador do programa que conta com equipe de 11 profissionais – cinco oftalmologistas, um técnico em óptica, uma enfermeira e quatro técnicos de enfermagem – que faz atendimento uma vez por mês – num sábado, das 7 às 15 horas em um programa que vem sendo realizado desde setembro de 2015 e já ofereceu mais de 3.500 consultas, atendendo cerca de 2 mil crianças e que já distribui mais de 600 óculos para este público.

O consultório foi uma conquista do HU por meio do projeto Olhar Brasil, do Ministério da Saúde, vinculado ao projeto Saúde na Escola.

O próximo mutirão está marcado para amanhã., sábado, 13 de julho, e somente podem comparecer ao local as crianças que forem encaminhadas pela rede básica de saúde. “Geralmente, o problema é identificado pela própria escola. São crianças que, muitas vezes, têm dificuldades escolares e este problema está relacionado a deficiências visuais”, acrescentou o médico.

O chefe da Unidade Cérvico-Facil do HU, Juliano Gugelmin, que é técnico óptico e faz parte do projeto, destacou o papel social do programa e a importância deste tipo de atividade na vida da pessoa atendida. “É um trabalho de atenção integral à saúde da criança em idade escolar. Sabemos que grande parte dos problemas de aprendizagem está associada à falta de visão. Então, efetivamente, resolvemos um problema da criança e de sua família, garantindo que tenha uma vida escolar normal e isso interfira positivamente no seu futuro”, afirmou.

Geralmente, entre o primeiro exame e a entrega dos óculos (quando é identificada a necessidade) o atendimento dura de três e quatro horas. A criança chega com o responsável, faz os exames – teste de acuidade visual, refração, teste ortóptico, biomicroscopia, tonometria e mapeamento de retina -, e, se for o caso, é encaminhada para o técnico óptico. Em seguida, o paciente é levado para escolher a sua armação. Tudo isso na mesma manhã, sem necessidade de idas e vindas ao consultório.

Quem gostou desta agilidade e presteza é Josiane Santos Morais, mãe do menino Augusto Morais Maciel, de 10 anos, de Palhoça. “Ele já usa óculos mas o médico identicou a necessidade de uma revisão. Nós gostamos muito do atendimento e resolvemos tudo no mesmo dia, no mesmo local”, explicou, lembrando que o jovem Augusto passou por todos os exames, ganhou lentes novas e decidiu ficar com a sua armação, mas havia uma série de outras à disposição.

O trabalho não satisfaz apenas as crianças e seus responsáveis. Quem também sai com o sentimento de satisfação são os profissionais envolvidos no trabalho. “Só posso resumir isso em uma palavra: gratificação. É uma atividade em que você vê os resultados reais, na hora, o que muitas vezes você não consegue no ambulatório ou mesmo no consultório particular. Isso tem impacto na nossa vida como profissionais e nada é mais gratificante do que ver como podemos, com estes gestos, mudar a vida de uma criança em uma manhã de trabalho”, resumiu o oftalmologista Eduardo de Souza.

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Mais da metade dos pacientes que procuram emergências poderiam ser atendidos em outras unidades de saúde

15.07.2019

Mais da metade dos pacientes que procuram emergências poderiam ser atendidos em outras unidades de saúde

Mutirão de oftalmologia garante atendimento e óculos para crianças em idade escolar no Hospital Universitário

12.07.2019

Mutirão de oftalmologia garante atendimento e óculos para crianças em idade escolar no Hospital Universitário

Em Florianópolis, tatuador redesenha gratuitamente aréolas de mulheres que venceram o câncer de mama

03.07.2019

Em Florianópolis, tatuador redesenha gratuitamente aréolas de mulheres que venceram o câncer de mama

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.