25.2 C
fpolis
sábado, janeiro 22, 2022
cinesytem

Nesta segunda-feira é comemorado o Dia Mundial da Água

Nesta segunda-feira é comemorado o Dia Mundial da Água

spot_img

Vamos fazer a nossa parte aqui em Florianópolis.

Numa época em que 1,1 bilhão de pessoas não tem acesso a água potável, é preciso estar atento a pureza da água consumida.

Dia 22 de março é comemorado o Dia Mundial da Água. A data, instituída pela Assembleia Geral das Nações Unidas, serve para refletir sobre a qualidade deste que é um dos mais preciosos bens na natureza. Mas você já parou para pensar na qualidade da água que você usa para beber, cozinhar, higienizar alimentos, fazer gelo e escovar os dentes?

Embora passe por todo um processo de tratamento, a água que chega em nossos lares não está totalmente livre de impurezas. Com a situação dos rios cada vez mais crítica em relação à poluição, mesmo que as empresas realizem uma excelente filtragem não é aconselhável que a população beba a água que vem diretamente da torneira. Especialmente porque para chegar da estação de tratamento até nossos lares, a água passa por um trajeto suscetível à poluição e muitas vezes é armazenada em caixas d´água sem a devida manutenção.

Para ter certeza de estar bebendo uma água de qualidade, o consumidor deve investir em água mineral ou em filtros que fazem o tratamento final da água. “O processo de filtragem reduz o cloro livre presente na água, os resíduos utilizados na fabricação das caixas d´água, as substâncias cancerígenas, as pesticidas, herbicidas e inseticidas, a cor e o odor presente na água, mantém o flúor que atua no combate às cáries e evita a proliferação de microorganismos”, explica Antônio Carlos Chaer, representante dos filtros de água Hoken.

Ao beber uma água de qualidade, as pessoas colaboram com uma boa digestão, absorção e transporte de nutrientes ao organismo, além de prevenir problemas intestinais, cálculos renais, hipertensão e o envelhecimento. Isso sem falar em todos os outros benefícios que a água traz ao corpo humano.

A situação da água no Brasil e no mundo

Segundo previsões da Organização das Nações Unidas, em 2050 mais de 45% da população mundial não terá acesso a porção mínima de água que uma pessoa precisa para realizar as necessidades básicas, que é de 50 litros. Essa previsão nada otimista se deve, entre outros, ao fato de no Brasil, por exemplo, o consumo diário de água por pessoa ser de 100 litros – o dobro do necessário. Destes 100 litros, 68% escoa pelo banheiro.

Mas existem dados ainda mais preocupantes. No nosso país apenas 51,3% das residências têm saneamento básico. No Brasil, aproximadamente 65% das internações hospitalares são decorrentes de água de má qualidade. O Ministério da Saúde aponta que na maioria dos casos as doenças são contraídas pelo consumo de água dentro das residências.

Diante deste cenário de incertezas, é bom estar atento a qualidade da água e se prevenir. Investir em aparelhos para tratamento de água pode ser a melhor solução, uma vez que a água proveniente do filtro é totalmente recomendada para consumo humano e, além disso, com o filtro em casa é mais fácil as pessoas se educarem para usar a água filtrada em todas as situações, como o cozimento de alimentos, limpeza de frutas e verduras e para fazer gelo, para citar alguns exemplos. “Pouco adianta tomar água filtrada ou mineral, e fazer gelo, cozinhar e higienizar verduras com a água que vem da torneira”, finaliza Chaer.

spot_img
spot_img