27 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Nesta terça-feira acontece a Regata Cidade de Florianópolis

Nesta terça-feira acontece a Regata Cidade de Florianópolis

spot_img

Competição comemora os 284 anos do município. A última edição da disputa aconteceu há 34 anos

A Regata Cidade de Florianópolis, um dos eventos de comemoração dos 284 anos do município, foi lançada na última quarta-feira, na sede central do Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha (ICSC). A Prefeitura, que tomou a iniciativa de convidar o ICSC para organizar a competição, esteve representada pelo secretário de Governo, Carlos Roberto De Rolt; secretário de Finanças, Augusto Cezar Hinckel, e pelo superintendente da Fundação Municipal de Esportes, Ivo José de Oliveira, o Badeco.

Antes do lançamento, o diretor de Dívida Ativa do município, João Alexandre Silvério, que está à frente das negociações entre o ICSC e a Prefeitura, falou aos comandantes dos veleiros, durante a reunião que definiu detalhes da competição: “A ideia é transformar Florianópolis naquilo que ela já foi um dia, um polo de vela, começando pela Regata Cidade de Florianópolis e tentando negociar para ter a agenda cheia”, anunciou.

Durante o jantar de lançamento da regata, o secretário De Rolt declarou: “Estamos fazendo um governo técnico e participativo em uma ilha habitada por uma comunidade eclética. Não podemos deixar de lado nossa vocação para o mar, e o novo Plano Diretor prevê uma série de iniciativas, como o transporte marítimo e a construção de marinas”, adiantou. Hinckel complementou: “Todo evento voltado aos esportes náuticos é de extrema importância para que a cidade deixe de viver de costas para o mar. Precisamos aproveitar esse potencial”.

Badeco disse que a programação esportiva para o aniversário da cidade é extensa, com uma série de atividades: “Estou vibrando muito com a Regata Cidade de Florianópolis e acredito que ela tenha voltado para ficar no calendário das comemorações”. A última edição da disputa aconteceu há 34 anos, nos 250 anos do município, e envolveu classes de monotipo: “Nunca vou esquecer aquela competição, porque perdi um relógio quando passava embaixo da Ponte Hercílio Luz”, lembrou o velejador Edmar Nunes Pires que, em 1976, aos 29 anos de idade, venceu no Snipe com o proeiro Mauro Soares. Agora, aos 63 anos, ele estará dia 23 no comando do seu veleiro de oceano Vendaval V: “A cidade merece esse presente de volta”, disse Ed.

“Esperamos que essa seja a primeira de uma série. É um grande prazer ter o poder público se aproximando de novo da vela, inclusive tomando a iniciativa de lançar um evento como esse”, comemorou o diretor de Vela de Oceano do ICSC, Tarcísio Mattos. A largada da regata está prevista para o meio-dia de terça-feira, nas imediações do trapiche da Avenida Beira-Mar Norte. Os primeiros colocados das classes ORC Internacional, BRA-RGS A, B e C receberão premiação em dinheiro, conforme o Aviso de Regata publicado no site www.icsc.com.br. A competição conta com patrocínios do Banco Santander e da Clínica Jane, e recebe apoios da Schaefer Yachts e Videolocadora Sofá e Pipoca.

spot_img
spot_img