19.9 C
fpolis
quinta-feira, dezembro 9, 2021
cinesytem

Novo Ensino Médio: os desafios das escolas para oferecer disciplinas formativas a partir de 2022

spot_imgspot_img

Novo Ensino Médio: os desafios das escolas para oferecer disciplinas formativas a partir de 2022

spot_img

A educação está prestes a passar por uma grande transformação com a implementação do Novo Ensino Médio, que por lei entra em vigor a partir de 2022 obrigatoriamente para os alunos do primeiro ano desta etapa do ensino básico no Brasil. Uma das principais mudanças é a criação dos itinerários formativos pelas próprias escolas.

Os itinerários formativos estão divididos em Aprofundamento, Técnico, Aulas eletivas e o Projeto de Vida. “Com essas mudanças, a carga horária de todo o Ensino Médio aumentou de 2400 para 3000 horas, que agora estão divididas em dois blocos. O primeiro pode ter até 1800 horas, destinadas a disciplinas gerais. O segundo deve ter no mínimo 1200 horas voltadas aos itinerários formativos”, diz, o coordenador do Colégio e Curso AZ de Florianópolis, Rafael Visolli.

Para o coordenador, a implementação dos itinerários é uma das principais mudanças que deve impactar a vida dos alunos da última etapa da educação básica no Brasil. “Investindo no aprofundamento dos estudos de áreas específicas, os itinerários formativos possibilitam o ensino sobre questões do dia a dia. As disciplinas do AZ, por exemplo, estão focadas em startups, finanças e estudos sobre a realidade de outras nações”.

Alunos aprendem a empreender e administrar finanças pessoais

Em aulas específicas sobre educação financeira, os adolescentes vão aprender a administrar o orçamento familiar e pessoal, estudar sobre renda fixa, bolsa de valores, taxa Selic, além de compreender o cenário econômico mundial e nacional. “Os jovens vão saber como aplicar a matemática no dia a dia, e isso é preparar o aluno para o mundo real”, destaca Visolli.

Na disciplina sobre startups, os estudantes também poderão aprender a empreender antes de ingressar no ensino superior. “Os alunos terão condições e estrutura para transformar uma ideia em um negócio de verdade”, destaca o coordenador. Aulas práticas serão realizadas no Espaço Maker, onde os jovens vão “colocar a mão na massa”. “Também vão aprender o que é o conceito MVP, por exemplo, testando a viabilidade de seus projetos””, acrescentou o Visolli.

Em uma terceira disciplina, os jovens serão encorajados a explorar outros países, estudando sobre as nações na disciplina ‘cidadão do mundo’. Com recursos tecnológicos, os professores poderão mostrar a realidade de profissões com mais chance de sucesso no exterior, além de incentivar o intercâmbio, o campo da pesquisa e da ciência, além do aprendizado de novas línguas.  

Sempre no período matutino, os alunos do sistema AZ terão aulas semanais de cada disciplina – startup, educação financeira e cidadão do mundo. Ainda, conforme Visolli, os jovens participarão do Projeto de Vida com a disciplina ‘My Life’, que objetiva incentivar a descoberta por novas profissões. “Os alunos vão conversar com profissionais de diferentes áreas e terão acompanhamento com psicólogo, recebendo todo o suporte durante o período de proximidade do vestibular”.

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img