29.6 C
fpolis
terça-feira, janeiro 25, 2022
cinesytem

O DJ das multidões

O DJ das multidões

spot_img

Amigo de Tiësto e Van Buuren, o holandês Ferry Corsten vai encerrar a primeira noite do Planeta

O DJ holandês Ferry Corsten está acostumado a tocar para multidões e no Planeta Atlântida, na Capital, não vai ser diferente. Da mesma terra de Tiësto e Armin Van Buuren, dos quais é amigo e parceiro, Ferry Corsten faz do trance seu instrumento para manter o ritmo enérgico o suficiente para transformar o Parque Planeta numa enorme pista de dança, durante duas horas, na noite de sexta-feira, 16 de janeiro.

Nascido em Roterdã em 4 de dezembro de 1973, Ferry Corsten é considerado um dos produtores pioneiros de trance. Sua história com a música remonta à infância, quando juntou dinheiro lavando carros e gravando fitas mixadas para amigos, com o objetivo de comprar seu primeiro teclado.

O primeiro disco, um single, foi lançado quando tinha 16 anos, mas, oficialmente, começou a trabalhar como músico aos 27 anos. No início, assinava suas produções com diversos apelidos, mas o mais recorrente foi System F. Com Tiësto, fez um projeto chamado Gouryella.

Atual número 6 na lista dos DJs mais populares do mundo, divulgada anualmente pela revista britânica DJ Mag, Corsten tem três álbuns lançados com seu próprio nome, sem contar os inúmeros singles. O mais recente e terceiro da carreira, Twice in a Blue Moon, saiu em novembro. O disco foi inspirado em fatos da vida do DJ, como o nascimento da primeira filha, Gabriela Sky, que dá nome a uma das faixas. Made of Love e Radio Crash são destaques no álbum e certamente serão ouvidas no Planeta.

O estilo de Twice… é uma volta às origens trance, uma espécie de transição em relação ao álbum anterior, L.E.F. (Loud, Electronic, Ferrocius), lançado em 2006, no qual experimentou outras vertentes da música eletrônica, como electro e house. Out of the Blue foi o primeiro álbum, lançado em 2001 por seu próprio selo, Tsunami Records.

Outra faixa conhecida do produtor que deve constar no set planetário é o remix de Human, da banda The Killers. O holandês foi convidado pelo grupo e “se sentiu honrado” pelo convite, como divulgou em seu site oficial www.ferrycorsten.com.

Na ativa desde o final dos anos 1980, Ferry Corsten conseguiu atingir um patamar raro: sucesso comercial e elogios da crítica. O homem foi chamado de arquiteto, pioneiro e instigador da música trance ao redor do mundo. Ferry Corsten é o único artista de dance music a alcançar o maior número de singles nas paradas britânicas e tem 10 singles de ouro em seu estúdio.

Dentre suas atividades, Corsten consegue ainda tocar um programa semanal de rádio, o Corsten’s Countdown e se preocupa em fazer o bem. É embaixador da Kids Rights Foundation, organização em prol das crianças carentes.

Por Alicia Alão – alicia.alao@diario.com.br

Mais informações sobre o Planeta Atlântida

spot_img
spot_img