21 C
fpolis
sábado, janeiro 29, 2022

Palestras do CONCARH 2011 abordam o papel da gestão de pessoas e da saúde

Palestras do CONCARH 2011 abordam o papel da gestão de pessoas e da saúde

spot_img

O papel da gestão de pessoas e da saúde foram abordados durante esta quinta-feira, dia 12, no CONCARH 2011 (Congresso Catarinense de Recursos Humanos), nas palestras “Mensagem dos Presidentes: ‘do’ e ‘para’ o RH”, ministrada por Janete Ana Ribeiro Vaz (presidente do Laboratório Sabin) e “Gestão da saúde: equilíbrio entre a vida pessoal e organizacional”, com Ricardo Augusto Lobão (consultor sênior da Towers Watson).

O CONCARH 2011 iniciou nesta quinta-feira (12) e segue até sexta-feira (13), no Centro de Eventos da FIESC, em Florianópolis. Participam do evento aproximadamente 550 congressistas.

Com o tema “Gestão de Pessoas: o ‘IN’tangível essencial aos resultados”, o evento é destinado a todos os profissionais que atuam com Gestão de Pessoas, empresários, líderes e gestores de Recursos Humanos. O Congresso tem promoção e organização da ABRH-SC (Seccional Santa Catarina da Associação Brasileira de Recursos Humanos) e co-promoção da Regional da ABRH Florianópolis.

O RH como coração da empresa

Em sua plenária no 21º Congresso Catarinense de Recursos Humanos da ABRH/SC, nesta quinta-feira, a presidente do Laboratório Sabin, Janete Ana Ribeiro Vaz, abordou a transformação ocorrida na empresa após adotar a estratégia de converter o setor de Recursos Humanos no “coração” da empresa. “O principal papel da gestão de pessoas é alinhar os objetivos das pessoas com os sonhos e necessidades das pessoas”, disse a palestrante, que é bioquímica e especialista em Gestão.

O Laboratório Sabin foi listado entre as 10 melhores empresas brasileiras para se trabalhar, pela Revista Exame. Atualmente tem 64 unidades, com mais de mil funcionários. Cerca de 72% do quadro é formado por mulheres e somente no ano passado, a empresa administrou mais de 60 gestações entre colaboradoras. Esta estatística representaria um grande problema para muitas empresas, mas não para o Laboratório Sabin. “Estas gestações representavam os sonhos das pessoas, seus momentos de alegria, dos quais a empresa deve fazer parte e estimular”, afirmou Janete.

Na visão da presidente, as pessoas buscam o trabalho – em primeiro lugar – como um meio para poder realizar seus sonhos. A contrapartida que darão à empresa será o seu desempenho, o seu rendimento. “Então, devemos permitir que as pessoas sonhem, que busquem realizar o que desejam, porque assim terão mais motivação no que fazem”.

Os oito segredos do líder de RH de sucesso, segundo Ana Vaz:

· Dar exemplo

· Fazer junto

· Ouvir, ouvir, ouvir

· Treinar, treinar, treinar

· Transitar pela empresa

· Entender e respeitar as individualidades de cada liderado

· Acompanhar o fluxo das decisões

· Monitorar resultados

Decidir sobre saúde é uma questão emocional

“Decidir sobre saúde não é uma decisão racional, é uma questão emocional”. Com essa frase o consultor sênior da Towers Watson, Ricardo Augusto Lobão, deu início à palestra “Gestão da saúde: equilíbrio entre a vida pessoal e organizacional” na tarde desta quinta-feira (12).

Lobão falou sobre a visão geral do sistema de saúde no Brasil, demonstrando alguns dos principais problemas encontrados: ineficiência do Estado, elevação dos custos, redução da receita, pagamento por serviço prestado, entre outros.

Além disso, o palestrante citou a falta de preocupação das pessoas com a saúde e a necessidade de mudança de comportamento. “O custo do plano de saúde ainda é o maior desafio para a maioria das empresas. A cultura de saúde responde bem ao desafio das empresas, mas precisa de um efetivo gerenciamento da comunicação e do engajamento”, diz Lobão.

“O processo de mudança é como andar de montanha-russa. Há um caminho para a mudança individual: compreensão, posse, confiança, comprometimento e comportamento”, destaca.

Na opinião dele, as empresas precisam se adequar às novas demandas da força de trabalho, tendo como fatores:

– retenção: satisfação com as lideranças e com as decisões tomadas; habilidade para balancear a vida profissional e pessoal;

– engajamento: real interesse por parte da direção da empresa no bem-estar; estabelecer padrões para os indivíduos, tanto profissionais como pessoais.

Para finalizar, Lobão deixa as mensagens: “Gerenciar saúde é mais do que apenas gerir custos”. “As empresas precisam conversar mais com seus usuários, porém, de forma clara e objetiva”. “Dar notícias boas ou ruins é muito melhor do que não falar nada. O risco de saúde é da empresa”.

EMPRESAS

Grandes empresas participam do CONCARH 2011: SESI-SC,VAGAS.COM, MetLife, Editora Mercado Brasil, Fundação Fritz Müller, Odonto Prev, Webfopag, Back Recursos Humanos, CIEE-SC, Diário Catarinense e Plaza Hotéis.

EXPOCARH

Paralelamente ao CONCARH acontece a EXPOCARH 2011 (Exposição Catarinense de Produtos e Serviços de Recursos Humanos), feira destinada à exposição de produtos e serviços da Gestão de Recursos Humanos. A feira conta com a presença de empresas de nível nacional, com diversos produtos voltados para o departamento de recursos humanos e para o desenvolvimento dos profissionais que circularão pelo evento. A feira registra crescimento de 25% entre expositores e patrocinadores, contando com 35 empresas participantes em 2011.

spot_img
spot_img