Florianópolis, 16 de julho de 2024

Patinetes elétricas: Cidadãos de Florianópolis aprenderão a andar com segurança em aulas gratuitas

spot_img

Sicoob SC/RS ultrapassa 1,5 milhão de cooperados

O Sicoob SC/RS alcançou em junho 1,5 milhão de...

Vai ter Feira do Rock em Palhoça no final de semana

No mês do rock n’ roll o shopping ViaCatarina...

Com mais de 250 empreendimentos, o Square SC apresenta opção inovadora para as férias da criançada

Empresa Wow Park oferece experiência multissensorial num ambiente inspirador Procurando...

Compartilhe

O evento faz parte do programa de segurança da Whoosh, empresa de tecnologia focada em soluções de transporte de micromobilidade. Em parceria com a Prefeitura de Florianópolis e a Secretaria Municipal de Transportes e Infraestrutura, o evento acontecerá na quarta-feira, 24 de janeiro, ao lado do chafariz da praça Largo da Alfândega – todos poderão realizar o treinamento gratuito de equitação responsável e refrescar os conhecimentos sobre as regras de trânsito

Florianópolis, janeiro de 2024 – O primeiro evento de segurança para condutores de patinetes elétricas em âmbito nacional é organizado pela Whoosh, empresa internacional de tecnologia que desenvolve e implementa de forma independente soluções de transporte de micromobilidade. A campanha educativa faz parte de um projeto internacional que terá início no Brasil em 24 de janeiro, no Largo da Alfândega, em Florianópolis. Todos os residentes da ilha e turistas maiores de idade terão a oportunidade de participar na formação gratuita, aprendendo as regras fundamentais para a operação segura dos veículos e atualizando seus conhecimentos sobre as regras de trânsito.

Chamado de Riding School, o evento segue as regras básicas de trânsito e incorpora a vasta experiência e conhecimento acumulado pela Whoosh ao longo de vários anos de operação. Esta iniciativa é acessível tanto para iniciantes quanto para usuários experientes. Cada participante terá acesso a um programa de treino personalizado e adaptado ao seu nível, com orientação de um instrutor experiente, numa dinâmica que dura cerca de 15 minutos.

A campanha acontecerá na quarta-feira, 24 de janeiro, das 10h00 às 19h00, junto ao chafariz do Largo da Alfândega.

“O Riding School é uma das iniciativas promovidas pela Whoosh para melhorar a segurança na condução. Este projeto existe há vários anos, então, acumulamos conhecimentos sobre as competências e regras básicas que ajudam os usuários a terem mais cuidado. Com essa experiência, construímos um programa educativo que formou a base do evento. Estou muito feliz por finalmente estarmos lançando o projeto no Brasil com o apoio da Prefeitura de Florianópolis e das autoridades reguladoras. Agora, é hora de todos os cidadãos aprenderem a operar esse maravilhoso veículo com segurança”, afirma Francisco Forbes, CEO da Whoosh no Brasil.

A parte prática proporcionará experiências reais no uso de patinetes elétricas. Será dado especial enfoque à ética e cultura de condução destes meios de transporte em ambientes urbanos, com análise de erros e infrações comuns que podem resultar em acidentes. Após o treinamento, os usuários terão a oportunidade de fazer um teste gratuito em uma área especialmente designada, com obstáculos artificiais para aprimorar suas habilidades. Todos os participantes que concluírem o teste com sucesso receberão um código promocional para passeios com a Whoosh.

“Como uma empresa digital com tecnologia ADN, nós recolhemos dados sobre incidentes e erros dos utilizadores, prática essencial para fundamentar o programa de formação das escolas de condução. Refletir sobre esta informação é crucial, uma vez que esta iniciativa está profundamente ancorada na realidade quotidiana”, acrescenta Francisco.

“O uso dos patinetes pelos moradores de Floripa cresceu por ser um meio de transporte eficiente para pequenos e médios trajetos, auxiliando a micro mobilidade. Por isso, precisamos promover cada vez mais medidas educativas para garantir o uso adequado e seguro desses equipamentos, de forma integrada com os demais meios de transporte da cidade”, explica o secretário municipal de transportes e infraestrutura de Florianópolis, Rafael Hahne.

Na capital catarinense, há um aumento na popularidade das patinetes como meio de transporte. De cada 3 residentes, pelo menos um já viajou em scooters Whoosh. O número de usuários regulares do serviço também está crescendo: aqueles que já utilizavam o serviço passaram a viajar com mais frequência, resolvendo seus problemas de transporte. Os moradores da cidade integraram as patinetes no dia a dia: mais de 69% das viagens em Florianópolis têm como finalidade o transporte, o que também mostra que uma cultura de dirigir esses veículos está se formando com confiança na cidade e que os níveis de segurança estão aumentando.

O que a Riding School da Whoosh traz para Florianópolis:

  • Regras de trânsito atualizadas para transporte de mobilidade pessoal;
  • Operação detalhada da patinete;
  • Procedimentos para iniciar a viagem com segurança;
  • Áreas permitidas e restritas para uso de patinetes elétricos;
  • Princípios essenciais da condução responsável;
  • Aspectos a observar durante a condução;
  • Procedimentos recomendados em situações de emergência;
  • Técnicas para terminar a viagem e estacionar adequadamente a patinete.

Além disso, as regras apresentadas na Riding School estarão acessíveis no https://whoosh.bike/br e no aplicativo para todos os usuários. Nesta seção do site poderá encontrar um conjunto de regras abrangentes, além de aprender as operações e técnicas de estacionamento do seu veículo. Orientações sobre como lidar com situações desafiadoras e outras dicas úteis também estão disponíveis.

Sobre a empresa:

Whoosh é uma empresa internacional de tecnologia que desenvolve e implementa de forma independente soluções de transporte de micromobilidade, por meio do uso de e-scooters. A empresa que gerencia o serviço também lançou uma escola de condução online para garantir a segurança dos usuários. As e-scooters da marca são equipadas com o seu próprio módulo Whoosh IoT (Internet of Things), que permite controlar totalmente o estado e as condições do veículo. Os dados recebidos dos equipamentos permitem  a criação de relatórios analíticos sobre micromobilidade, que podem ser de informação muito útil para as autoridades urbanas responsáveis pelo planejamento e desenvolvimento de políticas ambientais das cidades onde a Whoosh opera. Mais informações no https://whoosh.bike/br