23.5 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 1, 2021
cinesytem

Pela sétima vez, Santa Catarina lidera o transplante de órgãos no país

spot_imgspot_img

Pela sétima vez, Santa Catarina lidera o transplante de órgãos no país

spot_img

Em 2013 Santa Catarina se consagrou líder no Brasil pela sétima vez em oito anos, em número de doadores de órgãos e tecidos, em um só dia foram autorizadas três doações de órgãos e feitos três transplantes no Estado. Em 2013, a SC Transplantes beneficiou 1.174 mil pessoas. Foram 26,8 doadores por milhão de população (p.m.p.), enquanto a média nacional ficou em 13,3.

O coordenador do SC Transplante, Joel Andrade, enfatiza que o Estado tem o melhor índice de doação de órgãos e tecidos por população do país. “Em 2013 realizamos 1175 transplantes. Os órgãos mais transplantados são os rins, com 268 procedimentos, seguido do fígado, com 116 transplantes. O tecido mais transplantado foi a córnea, com 504 procedimentos”, explica.

Santa Catarina conta com uma Central de Notificação (SC Transplantes), três Organizações de Procura de Órgãos e 36 comissões hospitalares de transplantes. “Em 2013, tivemos doações de órgãos e tecidos em 47 hospitais, localizados em 25 municípios catarinenses. Em cada unidade temos profissionais da Secretaria de Estado da Saúde aptos a identificar os possíveis doadores, fazer o primeiro contato e realizar entrevista com os familiares, além de auxiliar em todo o processo da doação de órgãos”, explica Andrade, enfatizando que a decisão de doar o órgão é da família.

Para que o processo de transplante de órgãos e tecidos em SC funcione cada vez melhor, os profissionais do Estado receberam capacitação de 12 cursos regionais e dois estaduais no ano de 2013. Os treinamentos referem-se à atuação em situações junto aos familiares do paciente, ao processo de comunicação dos óbitos aos familiares do paciente, como proceder nas entrevistas para a doação de órgãos e tecidos e doação e captação de tecido ocular para transplante. “Estamos satisfeitos com os trabalhos, os cursos e as capacitações que desenvolvemos em 2013, e também otimistas com os índices de doações e transplantes”, enfatiza o coordenador da SC Transplantes.
 

spot_img
spot_img