fique por dentro de floripa

- Meio ambiente - Pinguins recebem tratamento em Florianópolis antes de serem devolvidos à natureza

18.07.2017

Pinguins recebem tratamento em Florianópolis antes de serem devolvidos à natureza

18.07.2017
Pinguins recebem tratamento em Florianópolis antes de serem devolvidos à natureza
Foto: Anne Caroline Anderson/Fatma

Com o frio intenso, os pinguins começaram a aparecer no Litoral catarinense. Dezoito deles estão sendo reabilitados no Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), no Parque Estadual do Rio Vermelho, em Florianópolis. O trabalho de reabilitação é feito pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma) em parceria com a ONG R3 Animal e Polícia Militar Ambiental.

Os pinguins-de-magalhães são originários da Argentina e pertencem à colônia Punta Tombo. As aves estão no parque há cerca de dois meses e vão permanecer no local por mais 15 dias, quando deve ser feita a soltura. “Por mais que sejam bonitinhos, as pessoas têm que ter consciência de que lugar de animal silvestre é na natureza”, explica o gerente das Unidades de Conservação da Fatma, Gilberto Morsch.

Com a chegada do inverno no Hemisfério Sul, os pinguins partem em busca de alimentos. Alguns se perdem dos bandos e adoecem. Já bem fracos e debilitados, chegam ao Litoral catarinense. Para avaliar se os pinguins estão em condições de voltarem ao mar, os tratadores fazem hemograma e exames clínicos e parasitológicos. “As aves ficam em tratamento, em média, por 45 dias e são soltos, no mínimo, em grupo de dez aves”, afirma a médica veterinária da ONG R3 Animal, Samira Costa.

O que fazer ao encontrar um pinguim

Se você encontrar um pinguim que precise de reabilitação, a orientação é aquecê-lo e não colocá-lo em lugares frios. Ao chegar às praias catarinenses, eles estão doentes, magros e sem a camada de gordura natural que os fazem suportar baixas temperaturas. Com auxílio de uma toalha, os animais devem ser colocados dentro de uma caixa de papelão e não devem ser alimentados nem devolvidos ao mar. Em seguida, a Polícia Militar Ambiental deve ser acionada pelo (48) 3665-4487 para que os pinguins sejam encaminhados ao centro de tratamento. Se as aves estiverem nadando em grupo, não há necessidade de resgate.

Preservação e educação

O Centro de Triagem do Parque do Rio Vermelho recebe cerca de 2,5 mil animais silvestres por ano vítimas de tráfico ou maus-tratos. Além de abrigar e tratar os animais, o local disponibiliza uma trilha ecológica usada para educação ambiental. Como o objetivo do tratamento dos pinguins é devolvê-los à natureza, os animais não estão à disposição do público para visitação. 

As informações são da Assessoria de Comunicação do Governo do Estado.

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Projeto Limpeza dos Mares será realizado na reserva biológica do Arvoredo neste sábado

02.05.2019

Projeto Limpeza dos Mares será realizado na reserva biológica do Arvoredo neste sábado

Instalação em Floripa feita pela Comcap alerta sobre a poluição marinha

15.04.2019

Instalação em Floripa feita pela Comcap alerta sobre a poluição marinha

Balneabilidade: 67,1% dos pontos analisados estão próprios para banho em Florianópolis

22.03.2019

Balneabilidade: 67,1% dos pontos analisados estão próprios para banho em Florianópolis

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.