fique por dentro de floripa

- Economia e Negócios - Preços têm deflação em Florianópolis, com queda puxada pelo combustível, informa Udesc Esag

01.07.2019

Preços têm deflação em Florianópolis, com queda puxada pelo combustível, informa Udesc Esag

01.07.2019
Preços têm deflação em Florianópolis, com queda puxada pelo combustível, informa Udesc Esag
Foto: Getty Images

Combustíveis puxaram índice de custo de vida  para baixo 

Os preços dos produtos e serviços comprados pelos consumidores de Florianópolis caíram levemente em junho (-0,22%), mesmo com a alimentação ainda subindo (0,41%). O índice geral foi puxado para baixo principalmente pela queda nos preços dos combustíveis (-4,71%) e energia elétrica (-1,89%).

Os números são do Índice de Custo de Vida (ICV), calculado mensalmente pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), por meio do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag).

Com a queda em junho, a inflação acumulada nos últimos 12 meses recuou para 3,09% (estava em 4,75% em maio). Desde o início de 2019, a alta acumulada é de 2,04%.

Preços

Apesar da queda geral, houve aumentos expressivos em alguns produtos alimentares (os que mais pesam no orçamento das famílias). O conjunto dos preços dos tubérculos, raízes e legumes subiu 13,9%. As maiores altas foram a da batata inglesa (25,2%), tomate (11,9%) e cebola de cabeça (8,6%). 
Houve alta significativa também em algumas carnes, como o músculo bovino (6%), e frutas, como mamão (7%), maçã (4,9%) e banana branca (3,8%).

Os gastos com habitação (-0,76%) e transportes (-1,33%) foram os que mais contribuíram para o índice geral negativo do custo de vida em junho. Nos transportes, o índice foi puxado para baixo pela forte queda nos preços dos combustíveis para automóveis (-4,71%).

No caso da habitação, houve queda em quase todos os subgrupos, com destaque para a energia elétrica (-1,89%), em razão da mudança de bandeira para verde, retirando o adicional cobrado no mês de maio (bandeira amarela) em razão das condições então desfavoráveis para a geração de energia.

Sobre o Índice de Custo de Vida

O ICV/Udesc Esag registra a variação dos preços de 297 produtos e serviços consumidos por famílias de Florianópolis com renda entre 1 e 40 salários mínimos. Para o último boletim mensal, os dados foram coletados entre os dias 1º e 28 de junho.

A metodologia é a mesma usada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o cálculo do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), referência oficial para a meta de inflação nacional. Para o cálculo do ICV, a Udesc Esag conta com o apoio da Fundação Esag (Fesag), na atualização das ferramentas utilizadas.

Mais informações podem ser obtidas em udesc.br/esag/custodevida, onde é possível consultar os boletins mensais (desde 2010) e as séries históricas (desde junho de 1994) do ICV/Udesc Esag.

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Projetos de inovação em andamento no SENAI e SESI em SC mobilizam R$ 81 milhões

16.07.2019

Projetos de inovação em andamento no SENAI e SESI em SC mobilizam R$ 81 milhões

Sebrae/SC reúne empreendedoras em evento de lançamento de programa voltado para mulheres empresárias

12.07.2019

Sebrae/SC reúne empreendedoras em evento de lançamento de programa voltado para mulheres empresárias

Empresa de Florianópolis assume assessoria de comunicação da Villa Francioni

11.07.2019

Empresa de Florianópolis assume assessoria de comunicação da Villa Francioni

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.