15.2 C
fpolis
segunda-feira, outubro 18, 2021
cinesytem

Prefeito em exercício pega ônibus e afirma que imperfeições serão corrigidas

spot_img

Prefeito em exercício pega ônibus e afirma que imperfeições serão corrigidas

spot_img

O prefeito em exercício de Florianópolis, vereador Tiago Silva, andou de ônibus nesta terça-feira, 4, e afirmou que as imperfeições do recém-inaugurado Sistema Integrado de Municipal (SIM) será corrigidas com o tempo.

Tiago Silva pegou o ônibus que atende a comunidade do Monte Serrat, no Maciço do Morro da Cruz. Várias pessoas comemoraram a melhoria no serviço, segundo o prefeito, principalmente por causa da Tarifa Social e do Passe Livre.

“O novo sistema beneficia milhares de famílias e estudantes carentes, o que já é um grande avanço. Com o tempo, com a implantação de corredor exclusivo e outras obras de infraestrutura, a tendência é que melhore ainda mais”, afirmou.

Tarifa Social e Passe Livre

A Secretaria de Comunicação da Prefeitura entrevistou usuários do sistema que se beneficiaram com as mudanças.

“Além de utilizar a Tarifa Social, meus dois filhos de 6 e 7 anos foram beneficiados com o Passe Livre para estudantes. Isso gera uma boa economia no final do mês”, disse Daiane da Costa Amaral, de 23 anos, que é auxiliar na lavanderia de um hotel em Canasvieiras, moradora da Vargem do Bom Jesus e utiliza a Tarifa Social.

Antes da primeira licitação do transporte coletivo da cidade, o benefício era garantido apenas para pessoas que residiam no Maciço do Morro da Cruz (na Ilha), Morro do Geraldo, Vila Aparecida ou Chico Mendes (no Continente). Atualmente, a Tarifa Social atinge cerca de 14 mil trabalhadores de Florianópolis.

Já o Passe Livre não existia antes da licitação e atualmente beneficia cerca de oito mil estudantes oriundos de famílias carentes da Capital, como Kaike Rosa de Souza, 8 anos. Kaike é filho de Drieli Rosa de Souza, 27 anos, que também utiliza a Tarifa Social. “Tenho outro filho, o Wendel, que hoje tem 4 anos e que quando estiver na escola também será favorecido”, disse

Com as novas regras, uma família com pai, mãe e dois filhos e que não tinha direito à Tarifa Social terá uma economia mensal de R$ 210,82, tendo como parâmetro um mês com 22 dias úteis.

spot_img
spot_img