18.8 C
fpolis
sábado, dezembro 4, 2021
cinesytem

Quarta-feira é dia da feira de produtos artesanais da UFSC

spot_imgspot_img

Quarta-feira é dia da feira de produtos artesanais da UFSC

spot_img

Todas as quartas-feiras, a comunidade acadêmica da universidade pode apreciar a feira de produtos artesanais realizada em frente à Reitoria da UFSC. O projeto Ágora Eco Feira começou a ser elaborado em 2005, de forma coletiva com professores, estudantes e feirantes. A primeira edição aconteceu em agosto de 2006 e inicialmente era feita todas as terças-feiras, das 10h às 14h. Atualmente, cerca de 10 barracas são montadas todas as quartas-feiras na Praça da Cidadania, próximo ao relógio do Sol, e permanecem ali desde às 6h30min até cerca de 15h.

As barracas vendem produtos variados: caldo de cana, verduras, artesanatos, pão caseiro e atendem à comunidade , não se limitando apenas aos acadêmicos e servidores. Armando Lisboa, professor da UFSC, coordenada o projeto e garante: “até hoje não houve nenhum tipo de reclamação”. Esse é um dos motivos de não existir um cadastro oficial: a feira se autocordena. Quando algum outro comerciante quer participar, deve entrar em contato com Vladimir Marques – que possui barraca de venda de mel de geleia – que em conjunto com os outros feirantes e com o professor Armando irão analisar o produto a ser vendido e verificar se está dentro da proposta do projeto. Só então é permitida a inclusão desse novo participante.

Para a seleção dos produtos é analisado:
Se o produto é cultivado em Santa Catarina;
Se o alimento é nutritivo (não são permitidos produtos industrializados por grandes empresas);
Se o produto é orgânico, ou seja, isto é cultivado sem o uso de agrotóxicos
Se o produto provém de agricultura familiar.

A feira tem um caráter educativo, pois é um espaço propício para a evolução e transformação de cada um dos seus participantes, e além de um comércio, o projeto tem como objetivo promover um espaço cultural com a convocação de artistas da comunidade para se apresentarem durante a realização da feira. “O principal objetivo é difundir os valores dentro da UFSC e dar visibilidade à economia solidário e à agroecologia”, diz Armando.

Parcerias

A feira foi uma iniciativa do NESOL (Núcleo de Estudos e Práticas de Economia Solidária) da UFSC e do Grupo Design Integral, UDESC. O NESOL é coordenado por Armando Lisboa, que também é o pioneiro do projeto e um dos atuais coordenadores. O Grupo Design Integral é coordenado principalmente pelos professores Mauro de Bonis e Douglas Antunes, ambos do CEART, UDESC.

Para a realização do projeto, os organizadores estabeleceram parcerias com a Associação Eco-Feira – que realiza há mais de 10 anos a Feira da Lagoa – com a rede AGRECO (Associação dos Agriculturos Ecológicos da Encosta da Serra Geral) e com o CEPAGRO (Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo).

Contudo, a feira ainda não tem a ajuda necessária da universidade. “Gostaríamos de ter mais apoio da UFSC principalmente com a instalação de mais pontos de eletricidade na região da feira”, diz Armando.

Mais informações com Armando Lisboa 48 9971-2026

spot_img
spot_img