fique por dentro de floripa

- Saúde - Roda de conversa no Hospital Universitário da UFSC esclarece dúvidas sobre aleitamento materno

26.08.2019

Roda de conversa no Hospital Universitário da UFSC esclarece dúvidas sobre aleitamento materno

26.08.2019
Roda de conversa no Hospital Universitário da UFSC esclarece dúvidas sobre aleitamento materno
Foto: Pexels / Divulgação

Encontro será realizado no Hospital Universitário nesta terça-feira, a partir das 14 horas

A equipe da Central de Incentivo ao Aleitamento Materno (Ciam) do Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina (HU-UFSC) dá prosseguimento às comemorações do Agosto Dourado nesta terça-feira, 27, com uma roda de conversa envolvendo especialistas, profissionais de saúde, gestantes, mães e pais no Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU-UFSC).

O evento é aberto à comunidade e será realizado a partir das 14 horas na sala multiuso do bloco didático da Medicina, no HU. A atividade faz parte das comemorações do Agosto Dourado, cujo tema neste ano é  “Empoderar mães e pais para favorecer a amamentação”.

No encontro de hoje, profissionais do HU vão conduzir uma roda de conversa com gestantes do hospital e da comunidade para falar sobre manejo do aleitamento materno e nutrição na gravidez.

Um dos objetivos desta campanha é destacar a importância do envolvimento de familiares e rede de apoio, para que seja possível a amamentação exclusiva nos primeiros seis meses de vida e complementar até os dois anos de idade ou mais, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde.

Estudos confirmam que a amamentação oferece inúmeros benefícios para crianças e mulheres. É a intervenção com maior potencial para reduzir a mortalidade infantil. “Se todas as crianças fossem amamentadas, poderiam ser prevenidas anualmente mais de 820 mil mortes de crianças com menos de cinco anos de idade em todo o mundo; bem como evitar 20 mil mortes de mulheres por câncer de mama”, explicou a enfermeira Isabel Maliska, coordenadora da Ciam em material divulgado para a imprensa.

Segundo ela, embora a sociedade esteja tomando conhecimento da importância do aleitamento materno algumas mulheres não conseguem amamentar, sendo alguns dos principais motivos a falta de informação e apoio.

“Neste sentido, considera-se que a mulher não é exclusivamente responsável pelo sucesso da amamentação. A participação do pai, da família, dos profissionais de saúde, da sociedade e das políticas públicas, cada um desempenhando seu papel, podem em muito contribuir para a promoção do aleitamento materno”, explicou.

Já em relação aos profissionais de saúde, o papel é de promoção e proteção do aleitamento materno. “Estes profissionais podem empoderar mães e pais, esclarecendo dúvidas, medos e crenças, oferecendo informações atualizadas, auxiliando frente às dificuldades e respeitando as escolhas sem julgamentos”, afirmou a enfermeira.

No HU, a Central de Incentivo ao Aleitamento Materno atua junto as mulheres, bebês, pais e acompanhantes atendidos na maternidade, junto a grupos de gestantes da comunidade, preparando os futuros pais para esta prática  e mantém suas portas abertas à comunidade através de demanda espontânea.

Campanha do Aleitamento 2019

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Ação gratuita em Florianópolis leva a terapia ao alcance de todos

18.09.2019

Ação gratuita em Florianópolis leva a terapia ao alcance de todos

Hélio Costa Presta Apoio Às Entidades Filantrópicas

13.09.2019

Hélio Costa Presta Apoio Às Entidades Filantrópicas

UniSociesc Florianópolis seleciona pacientes para tratamento odontológico

12.09.2019

UniSociesc Florianópolis seleciona pacientes para tratamento odontológico

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.