fique por dentro de floripa

- Geral - Saiba como direcionar parte do seu IR a fundos municipais de Florianópolis sem nenhum gasto extra

25.03.2021

Saiba como direcionar parte do seu IR a fundos municipais de Florianópolis sem nenhum gasto extra

25.03.2021
Saiba como direcionar parte do seu IR a fundos municipais de Florianópolis sem nenhum gasto extra
Foto: Divulgação

 

Na hora de declarar a renda do ano para a Receita Federal, costuma-se dizer que o brasileiro encara o “leão”. Frente a frente com o fisco, todos procuram prestar contas de forma que a “mordida” do IR (Imposto de Renda) seja a menor possível no patrimônio, e de preferência obter uma restituição do governo federal.

Poucos contribuintes sabem que esse encontro com o “leão” pode também resultar em apoio a quem mais precisa na própria cidade. Esta alternativa é possível para as pessoas físicas que utilizam a declaração no formato completo e para as pessoas jurídicas tributadas por lucro real. Basta falar com o contador e destinar uma parte do IR a pagar, sem nenhum custo adicional. Mesmo se você recebe restituição, pode fazer uma doação e aumentar o valor a receber.

Contribua para melhorar a vida de quem precisa

Enquanto pessoa física, os brasileiros têm, no momento da declaração, a opção de destinar a fundos sociais municipais de sua escolha 3% do IR devido. Esta modalidade só é válida para a declaração no formato completo. É uma oportunidade de deixar parte da contribuição com a sua cidade ou estado. Para contribuições feitas durante o ano, este limite sobe para 6% dedutíveis no imposto devido.

Em 2020, a Grande Florianópolis arrecadou R$ 800 mil nessa modalidade, porém o potencial da capital catarinense é de R$ 48 milhões, considerando o volume de imposto pago. São quase R$ 50 milhões que podem ser direcionados diretamente para o desenvolvimento da sociedade local. Há muitos recursos possíveis, basta os pagadores de IR fazerem o direcionamento para que este montante fique na cidade e contribua para financiar projetos para crianças, adolescentes e idosos.

Por isso a FloripAmanhã, em parceria com o CMI (Conselho Municipal do Idoso), CDMCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), CRC-SC (Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina), SESCON Grande Fpolis (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Consultoria, Perícias, Informações e Pesquisa da Grande Florianópolis), Sindicont (Sindicato dos Contabilistas da Grande Florianópolis) e CIEE-SC (Centro de Integração Empresa-Escola) estão lançando uma campanha para sensibilizar o contribuinte e ampliar a arrecadação dos Fundos Municipais que apoiam crianças, adolescentes e idosos da nossa cidade. Participe, destine seu imposto de renda para Fundos Municipais. É fácil de fazer e contribui para melhorar a vida de quem precisa.

O professor Salomão Mattos Sobrinho, vice-presidente da FloripAmanhã, passou a contribuir nesta modalidade após conhecer um trabalho feito com crianças da capital, que recebia recursos do fundo municipal. “Fui convidado à inauguração de uma Unidade de Saúde em Florianópolis. No transcorrer da solenidade, se apresentou um coral de crianças magnífico, oriundo de uma comunidade muito pobre da nossa cidade. Conversando com a professora, quis saber como elas mantinham o coral”, lembra.

“Achei muito interessante esta fórmula”, destaca Salomão. “A FloripAmanhã discutiu o assunto e decidiu ampliar essa campanha para sua diretoria, seus associados e a todos os interessados”.

Destine parte do seu IR para Fundos Municipais de Apoio

Em Florianópolis pode-se optar pelo FIA (Fundo da Infância e Adolescência) e também o FMI (Fundo Municipal do Idoso). Não é possível escolher diretamente a instituição beneficiada.

Como contribuir? Basta falar com o contador e pedir para encaminhar parte dos impostos (que você já vai pagar de toda forma) a um fundo municipal..

Para isso, o cidadão deve optar pela declaração completa. Esta modalidade é muito usada em situações onde o contribuinte tem muitos gastos a debitar do IR, como plano de saúde, gastos com educação, dependentes etc.

O contribuinte que optar por declaração completa e tiver restituição a receber também pode doar. Neste caso, além da restituição calculada, o valor repassado aos fundos municipais (3% do imposto devido), é convertido em restituição. Por exemplo: o total de restituição ficou em R$ 1.000. O total de imposto a pagar ficou em R$ 2.000. Fazendo a opção de doar 3% do imposto devido (R$ 60), esse valor é somado à restituição, que passa a ser de R$ 1.060.

Empresas também podem ajudar

No caso das pessoas jurídicas, podem contribuir empresas que optem pela tributação do Lucro Real — sendo possível destinar 1% do valor retido pela Receita Federal aos fundos citados acima.

É importante também a participação dos contadores, alertando os clientes sobre essa possibilidade. Afinal, para o contribuinte vai bastar dizer “sim” e ele estará ajudando a sua cidade a ter uma sociedade mais solidária e desenvolvida.

Como são geridos os recursos dos fundos municipais

Os recursos destinados ao FIA são aplicados conforme as prioridades definidas pelo Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, como programas de atendimento a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social ou vítimas de violência, bem como programas e ações que visem à erradicação do trabalho infantil e à profissionalização dos adolescentes.

São exemplos de usos possíveis: estudos e diagnósticos sobre a realidade social das crianças e dos adolescentes; programas de atendimento a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social ou vítimas de violência; programas de incentivos à guarda e à adoção; programas e ações que visem a erradicação do trabalho infantil; profissionalização dos adolescentes; divulgação dos direitos das crianças e adolescentes.

No caso do FMI, a gestão do fundo é de responsabilidade da Secretaria de Assistência Social do município de Florianópolis, à qual o CMI é vinculado administrativamente. “Qualquer procedimento em relação ao uso dos recursos do fundo obrigatoriamente passa pela deliberação do conselho”, afirmou o conselho.

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Presidente e conselheiro do CRA/SC visitam CDL de Florianópolis

09.04.2021

Presidente e conselheiro do CRA/SC visitam CDL de Florianópolis

MPF alerta Prefeitura de Florianópolis sobre risco de indenização milionária por imóvel em área de preservação

08.04.2021

MPF alerta Prefeitura de Florianópolis sobre risco de indenização milionária por imóvel em área de preservação

Fundação e projeto social se unem na campanha “Juntos contra a fome”

06.04.2021

Fundação e projeto social se unem na campanha “Juntos contra a fome”

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.