20.4 C
fpolis
quinta-feira, junho 20, 2024
Cinesystem

Salão Victor Meirelles, exposições ficarão abertas até final de janeiro

spot_img

Salão Victor Meirelles, exposições ficarão abertas até final de janeiro

spot_imgspot_img

O público terá mais dias para apreciar as obras do 10º Salão Nacional Victor Meirelles. O encerramento das exposições, abertas desde o início de novembro no Museu de Arte de Santa Catarina (Masc) e na Fundação Cultural Badesc, seria realizado em 4 de janeiro, mas foi prorrogado para 25 de janeiro de 2009, nos dois espaços. Promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), o Salão selecionou trabalhos de 29 artistas de diferentes estados brasileiros, dentre os quais seis de Santa Catarina. A visitação é gratuita.

Nesta edição, cinco críticos integraram o júri – Márcio Sampaio, Ana González Pereira, Paulo Herkenhoff Filho, Anita Prado Koneski e Cauê Alves. Além dos 29 artistas selecionados que receberão, cada um, um Prêmio de Participação de R$ 5 mil, eles apontaram as quatro obras que serão adquiridas para o acervo do Masc. O pagamento do Prêmio Aquisição será de R$ 25 mil para o primeiro colocado, e R$ 15 mil para o segundo, o terceiro e o quarto lugar, totalizando um investimento de R$ 220 mil por parte do Governo do Estado. “A realização do Salão Victor Meirelles reitera a preocupação de Santa Catarina com as manifestações expressivas da arte contemporânea brasileira”, afirma a presidente da FCC, Anita Pires.

Realizado com o objetivo de incentivar a produção atual das artes plásticas no Brasil e torná-la acessível ao público, o Salão Victor Meirelles registrou um número recorde de inscrições nessa 10ª edição, totalizando mais de 600 trabalhos inscritos. Criado em 1993, o Salão inicialmente tinha abrangência estadual, e assim se manteve até 1997, quando se expandiu para âmbito nacional. Voltado para as artes visuais e realizado a cada dois anos, tem sido consagrado pela crítica nacional como um dos mais rigorosos do País na atualidade. Desde sua primeira edição contou com a presença de críticos importantes em sua comissão julgadora, como Tadeu Chiarelli, Márcio Doctors e Araci Amaral, ganhando grande repercussão no campo das artes visuais, tanto no Brasil quanto no exterior.

Em 2008, o Salão ganhou significativa ampliação nos valores da premiação, já que a edição anterior, realizada em 2006, ofereceu R$ 3 mil para cada um dos 30 selecionados, além de R$15 mil para a aquisição de duas obras, totalizando R$ 105 mil. Esta última edição esteve aberta à participação de artistas brasileiros, residentes no Brasil ou no exterior, bem como a artistas estrangeiros legalmente residentes no Brasil. O resultado da seleção foi divulgado em 8 de setembro, após etapa única de trabalho da Comissão de Seleção, composta pelos cinco críticos de arte citados acima.

Além das duas exposições, foram realizados dois outros eventos ligados ao 10º Salão Nacional Victor Meirelles. No dia 11 de novembro, no setor de exposições do Masc, foi realizada uma “Conversa com as artistas Regina Melim e Anita Koneski”, tendo como tema a Arte Contemporânea. Já no dia 18 de novembro, foi realizada na Fundação Cultural Badesc uma conversa com o curador de montagem do 10° Salão, Fernando Lindote.

SERVIÇO:

O QUÊ: 10º Salão Nacional Victor Meirelles
QUANDO: Até 25 de janeiro de 2009.
ONDE:
– Museu de Arte de Santa Catarina (Masc), Centro Integrado de Cultura (CIC), Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis.
– Fundação Cultural Badesc, Rua Visconde Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis
QUANTO: gratuito.

OS ARTISTAS SELECIONADOS:

André Venzon – Porto Alegre/RS
Cláudio Trindade – Florianópolis/SC
C. L. Salvaro – Curitiba/PR
Duda – CuritibaPR
Fernando Burjato – São Paulo/SP
Fabiana Wielewicki – Florianópolis/SC
Felipe Prando – Curitiba/PR
Gabriel Netto – Porto Alegre/RS
Geraldo Zamproni – Curitiba/PR
Gisela Milman – Rio de Janeiro/RJ
Laerte Ramos – São Paulo/SP
Luciano Boletti – Florianópolis/SC
Maikel da Maia – Curitiba/PR
Márcio Monteiro – Niterói/RJ
Osvaldo Carvalho – Niterói/RJ
Pedro David – Belo Horizonte/MG
Pedro Motta – Belo Horizonte/MG
Priscila dos Anjos – Joinville/SC
Pino (Antônio Ewbank e Chico Togni) – São Paulo/SP
Rommulo Vieira Conceição – Porto Alegre/RS
Ricardo Kolb – Jonville /SC
Sofia Borges – São Paulo/SP
Tatiana Ferraz – São Paulo/SP
Talita Caselato – Campinas/SP
Toni Camargo – Curitiba/PR
Traplev – Florianópolis/SC
Thiago Honório – São Paulo/SP
Vilma Sonaglio – Porto Alegre/RS
Yuri Firmeza – São Paulo/SP

Prêmios de Aquisição

R$ 25 mil
Pedro Motta (Belo Horizonte/MG)
Título: Reação Natural
Técnica: fotografia (políptico – 7 fotos) – Masc

R$ 15 mil
Tony Camargo (Curitiba/PR)
Sem título
Técnica: tinta industrial sobre fotografia em metacrilato – Badesc

R$ 15 mil
Tatiana Ferraz (São Paulo/SP)
Título: Da série observatório (díptico)
Técnica: fórmica sobre madeira e caixa com monóculo – Badesc

R$ 15 mil
Fabiana Wielewicki (Florianópolis/SC)
Sem título (da série do outro lado – díptico)
Técnica: fotografia – Badesc

spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img