14.8 C
fpolis
quarta-feira, maio 25, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Secretaria da Segurança Pública articula Força Tarefa Mar para fiscalizar movimento de lanchas e jet sky

spot_img

Secretaria da Segurança Pública articula Força Tarefa Mar para fiscalizar movimento de lanchas e jet sky

spot_imgspot_img

A Secretaria da Segurança Pública (SSP)
promoveu, na tarde de hoje (6), reunião de trabalho integrada com a
Polícia Federal, Marinha do Brasil e Polícia Militar Ambiental com o
objetivo de organizar uma Força Tarefa Mar para atuar na fiscalização das
praias e balneários catarinenses. A ideia é coibir os abusos que vêm sendo
registrados em alguns pontos do litoral já neste início de dezembro. A
iniciativa também pretende verificar documentação da embarcação e do seu
condutor. Há relatos de condutores embriagados pilotando lanchas e fazendo
manobras radicais com jet-sky.

Para o Tenente Coronel PM Ricardo Ribeiro Freitas, da Diretoria de
Integração da SSP e um dos articuladores do encontro, além da atuação
conjunta entre as Instituições, o objetivo da Força Tarefa Mar é garantir
uma navegação segura de lanchas e outras embarcações prevenindo, desta
forma, o registro de acidentes como já ocorreu em outras temporadas.
“Nem bem começou o verão e já temos notícias de abusos praticados em
algumas praias. Por isso a importância de uma ação conjunta e articulada
com a Marinha, Polícia Federal e Polícia Militar Ambiental, explica o
oficial.

A reunião definiu também um calendário de ações a ser deflagrado ainda
neste mês. Praias e pontos de grande concentração de lanchas e jet sky
serão patrulhadas pela Força Tarefa Mar. Os policiais irão verificar a
documentação, equipamentos de segurança e náuticos e fazer o teste de
bafômetro. Quem for flagrado será autuado pela Capitania dos Portos e
conduzido a uma Delegacia de Polícia.

Marinha irá disponibilizar helicóptero para SC – Durante a reunião o
Capitão de Mar e Guerra Cláudio Lisboa, da Capitania dos Portos de Santa
Catarina, confirmou que a Marinha está enviando para Santa Catarina um
helicóptero que ficará baseado na Capital. Outra novidade é que uma
embarcação ficará fixa na Lagoa da Conceição para atendimento às
ocorrências.

Sobre a Força Tarefa Mar, o oficial garantiu apoio às ações e revelou
que, inspetores navais, responsáveis pelo trabalho de fiscalização, já
relataram abusos em praias da Grande Florianópolis. “A Marinha do Brasil
trabalha com o foco de evitar acidentes náuticos e garantir uma navegação
segura, por isso a importância desta ação integrada”, disse o comandante
Lisboa.

Participaram da reunião o Superintendente da Polícia Federal em Santa
Catarina, delegado Ademar Stocker; o Capitão de Fragata Joares Pereira de
Mello, da Capitania dos Portos; Comandante da Polícia Militar Ambiental,
Coronel PM Rogério Rodrigues, e diretores da área de Integração da SSP,
delegado César Amorim Krieger e Tenente Coronel PM Ricardo Ribeiro
Freitas.

spot_img