27 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Segurança Pública de SC cria divisão de Furtos e Roubos de Cargas

Segurança Pública de SC cria divisão de Furtos e Roubos de Cargas

spot_img

 A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) em conjunto com a Delegacia-Geral da Polícia Civil oficializou esta semana a criação da Divisão de Furtos e Roubos de Cargas (DFRC) que irá funcionar junto à Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC). O ato aconteceu no gabinete do secretário César Augusto Grubba com a presença do presidente da Fetrancesc (Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina), Ari Rabaioli, e da cúpula da Polícia Civil.

A DFRC/DEIC terá um efetivo de seis policiais civis – um Delegado de Polícia, um Escrivão e quatro Agentes – e será coordenada pelo Delegado de Polícia Raphael Werling. "O roubo de cargas impacta diretamente no aumento da violência, uma vez que esse tipo de delito tem sido utilizado para financiar outros crimes, como o tráfico de drogas e de armas, por exemplo. Daí a importância de uma repressão qualificada por parte da Polícia Civil catarinense, que será materializada com a criação da nova Divisão", salientou o Delegado.

Uma das grandes mazelas do Transporte Rodoviário de Cargas (TRC), o roubo de cargas é um crime que afeta a cadeia produtiva como um todo, na avaliação do presidente da Fetrancesc. “Nós transportamos cargas variadas, com valores altíssimos, além da vida do nosso colaborador, que é a mais valiosa. Desta forma, combater este crime é mais do que uma missão, é uma obrigação que temos enquanto empregadores, sobretudo como seres humanos”, destacou Ari Rabaiolli.

O Secretário César Grubba, falou sobre rigor da nova legislação, que prevê a cassação da inscrição para quem recepta carga roubada. “Entendemos que deveria haver uma penalidade mais rigorosa para as empresas que praticam este crime, o de receptação, e as empresas aceitaram esta alteração”, disse Grubba. O Secretário também destacou, que além da imposição de ações mais rigorosas e efetivas, há necessidade de enfrentamento às organizações criminosas “que têm transformado esse tipo de crime em fonte de financiamento”.

O Delegado-Geral da Polícia Civil, Dr. Artur ressaltou a importância da criação de uma Unidade Especializada na repressão aos furtos e roubos de cargas no âmbito da DEIC, visando o combate mais efetivo dessas práticas delituosas que afetam a sociedade e a economia catarinense.

De acordo com o Diretor da DEIC, Delegado Bini, "a Divisão de Furtos e Roubos de Cargas manterá estreito relacionamento e intercâmbio de informações com outras instituições no exercício de seu mister".

O evento também contou com a presença do Delegado Geral da Polícia Civil, Dr. Artur Nitz; Delegado Diretor da DEIC, Dr. Adriano Krul Bini; Diretor de Informação e Inteligência da SSP, Dr. Mauro Cândido Rodrigues; Diretor Adjunto da DEIC e titular da Divisão de Roubos e Antissequestro, Dr. Anselmo Cruz, e o presidente da Associação dos Delegados de Polícia (Adepol) Dr. Ulisses Gabriel.

As informações são da Assessoria de Imprensa da Polícia Civil.

spot_img
spot_img