fique por dentro de floripa

- Geral - Situação de insalubridade na Passarela da Cidadania é alvo de ação movida pela Defensoria Pública de SC

07.07.2020

Situação de insalubridade na Passarela da Cidadania é alvo de ação movida pela Defensoria Pública de SC

07.07.2020
Situação de insalubridade na Passarela da Cidadania é alvo de ação movida pela Defensoria Pública de SC
Foto: Divulgação

A situação da Passarela Nego Quirido, a Passarela da Cidadania, na Capital, onde é realizado o atendimento à população em situação de rua, é alvo de uma ação civil pública movida pela Defensoria Pública de Santa Catarina (DPE-SC). Após tentativas de diálogo e de emitir recomendações ao Município e à Associação Braços Abertos, que administra os serviços e o local, além da assinatura de um termo de cooperação entre as partes, a questão foi levada à Vara Da Fazenda Pública Da Comarca Da Capital e será julgada pelo juiz Rafael Sandi.

O defensor público Marcelo Scherer explica que antes da pandemia o local já apresentava sérios problemas e risco sanitário para transmissão de tuberculose e sarna. Além disso, por não separar assistidos por gênero, apresenta risco também de segurança, por exemplo, às mulheres que pernoitam no espaço, por ficarem vulneráveis à violência sexual. Com a situação de pandemia, o risco de contaminação em massa dos atendidos por COVID-19 fica evidente.

Em maio, integrantes do Grupo de Apoio às Pessoas em Vulnerabilidade (GAPV) da DPE-SC, visitaram o local e relataram condições insalubres, tanto pela falta de higiene quanto pela falta de ventilação.

A ação civil pública pede que a Justiça obrigue a Associação e o município a cumprirem tanto aspectos já abordados no Termo de Cooperação assinado anteriormente, como relacionados à transmissão do novo coronavírus. Entre os pedidos está a higienização diária das áreas públicas, especialmente refeitório, lavatórios, lavanderias, dormitórios, e a higienização permanente dos banheiros e vestiários, garantindo quantidade suficiente e funcionamento adequado de vasos sanitários e chuveiros; a higienização diária de máscaras e roupas de cama dos usuários; distanciamento social das pessoas integrantes de grupos de risco; adoção de medidas que garantam a segurança e integridade física dos colaboradores e usuários do serviço e realização de reformas estruturais necessárias à salubridade e asseio do ambiente e da saúde e dignidade das pessoas em situação de rua.

Além disso, a Defensoria pede que o local receba reparos e seja reformado para garantir melhor ventilação, ou que o atendimento seja transferido para outra edificação. 

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Obras da Estação de Tratamento de Esgoto de Ingleses avançam

12.08.2020

Obras da Estação de Tratamento de Esgoto de Ingleses avançam

Instituto Guga Kuerten comemora 20 anos de transformações sociais

12.08.2020

Instituto Guga Kuerten comemora 20 anos de transformações sociais

Dimas Automóveis recebe utilitário da Ford que se destaca pela tecnologia e conectividade

11.08.2020

Dimas Automóveis recebe utilitário da Ford que se destaca pela tecnologia e conectividade

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.