16.2 C
fpolis
sábado, julho 2, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Tudo pronto para o começo da Superliga de Vôlei

Tudo pronto para o começo da Superliga de Vôlei

spot_imgspot_img

Atual campeã no masculino é a Cimed/Malwee de Florianópolis.

A “maior Superliga de todos os tempos” foi lançada nesta segunda, dia 30, em São Paulo. A expectativa com relação à edição 2009-2010 da principal competição do vôlei nacional se justifica pela presença de 15 campeões olímpicos. A disputa terá um número recorde de 30 clubes e começa nesta quinta-feira, com a abertura do masculino, que terá 17 clubes; o feminino, com 13 times, inicia no dia 10.

Santa Catarina estará representada por quatro clubes. Atual campeã no masculino, a Cimed/Malwee, de Florianópolis, tenta o quarto título em cinco anos de existência, e terá a companhia do Soya/Furb/Barão, de Blumenau. No feminino, os catarinenses vão torcer pela Cativa/Oppnus, formado pela união dos times de Pomerode e Brusque, e do recém-criado Pauta/São José.

Diferente da edição anterior, esta Superliga será disputada em dois turnos, onde jogam todos contra todos, em duelos de ida e volta. Os números do campeonato impressionam e aumentam a expectativa. Nesta temporada, aproximadamente 540 atletas disputarão 460 jogos, em nove estados do país. Cerca de 70 partidas serão televisionadas.

Outra novidade é o palco da decisão, que acontecerá em jogo único, só que desta vez em São Paulo – vinha sendo disputado no Rio de Janeiro.

Presença de estrelas

A felicidade por jogar no seu país foi uma das razões que trouxe de volta seis estrelas: Giba, Murilo, Rodrigão, Sidão, Gustavo e Jaqueline. Além deles, outros 36 atletas retornaram à competição, que promete ser emocionante do primeiro ao último ponto. Em quadra, estarão nada menos do que 30 atletas com passagem recente pela seleção brasileira adulta, no masculino e no feminino.

– Será uma Superliga espetacular. Nessa temporada, temos o retorno de jogadores importantes – afirma o central Gustavo.

– Temos o melhor campeonato do mundo – concorda Giba, colega de Gustavo e Rodrigão no Pinheiros/Sky, um dos times que promete dar trabalho aos campeões da Cimed.

— Esta Superliga estará ainda mais difícil. Temos oito equipes em totais condições de brigar pelo título — prevê Bruninho, levantador da Cimed.

Televisionamento

Além do canal pago Sportv, que transmitirá cerca de 70 jogos, a TV Bandeirantes irá transmitir 20 jogos em canal aberto. Outra novidade agradou em cheio aos dirigentes de clubes: a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) vai bancar as passagens aéreas dos clubes e as despesas de 13 integrantes de cada elenco.

Estreia dos catarinenses

Cimed e Barão começam na Superliga na próxima quinta-feira. Às 18h30min, a Cimed recebe o Cruzeiro, com transmissão do Sportv. Às 20h, o Barão joga em casa diante do Minas. No feminino, São José e Pomerode jogam apenas na outra quinta, dia 10. A primeira equipe recebe o Osasco, às 20h, enquanto a segunda também joga em casa, contra o Pinheiros, às 19h30min.

spot_img