20.6 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 1, 2021
cinesytem

Congresso brasileiro de dermatologia será evento Lixo Zero

spot_img

Congresso brasileiro de dermatologia será evento Lixo Zero

spot_img

Um dos destaques da 66ª edição é a adoção de medidas que garantam reduzir ao máximo a geração de resíduos.

Um contêiner adaptado para receber resíduos e replicar práticas de promoção da cidadania e sustentabilidade ajudará a recepcionar os médicos que participarão do evento. A exposição do Espaço Recicle na entrada do Centro de Convenções de Florianópolis (CentroSul) tem como objetivo demonstrar a preocupação ambiental presente na 66ª edição do Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Neste ano, o evento será lixo zero. Para isso, já começou a ser realizado um programa de gestão de resíduos e educação ambiental junto aos organizadores, equipes de montagem e que também será replicado ao público participante, entre 3 e 6 de setembro.

Deste a última quarta-feira (31), especialistas em gestão lixo zero acompanham o processo de montagem e trabalham na orientação sobre a gestão dos resíduos produzidos na montagem da estrutura. Durante todo o evento será realizada a separação dos materiais em residuários, com nichos exclusivos para cada tipo de material e oferecido encaminhamento adequado para todo resíduo que for produzido durante o congresso. O objetivo é reaproveitar ou reciclar quase 100% do que for produzido durante os três dias.

Para envolver todos os participantes nesta iniciativa, será realizado um trabalho de conscientização ambiental, através de materiais explicativos e da apresentação do conceito aos visitantes e expositores. Ao adotar esta medida, o Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia passa a ser um dos poucos eventos lixo zero realizados no Brasil. Todo o trabalho de acompanhamento e gestão de resíduos será feito pela Novociclo Ambiental. Com sede em Florianópolis (SC) é pioneira na aplicação do conceito Lixo Zero no país.

O Programa Lixo Zero prevê conscientizar as pessoas a reaproveitarem os resíduos, reduzindo o lixo a quase zero. Prevê que materiais, muitas vezes descartados no lixo comum ou levados para reciclagem sujos e misturados, dificultando seu reaproveitamento, sejam encaminhados para usinas e fábricas que os utilizam como matéria-prima. A proposta é dar condições para que cada pessoa possa agir de forma a diminuir seu impacto sobre o planeta.

Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Especialistas de diferentes áreas da Dermatologia se reunirão em Florianópolis (SC), para debater novidades em técnicas, tratamentos e procedimentos auxiliares de diagnóstico em Dermatologia. Entre 3 e 6 de setembro, o evento realizará conferências, cursos teóricos, curso prático em vídeo, painel de procedimentos ao vivo, simpósios, apresentação de trabalhos científicos e sessões especiais.

Um dos destaques para 2011 é a presença de 20 palestrantes internacionais. São especialistas renomados vindos de países como Estados Unidos, Espanha, Argentina e Bolívia. De acordo com a organização do evento, a expectativa é de que 4 mil médicos participem do congresso. Mais informações no site: http://www.sbd.org.br/ floripa2011/.

spot_img
spot_img