17.6 C
fpolis
quarta-feira, julho 6, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Sem estaleiro, SC perde oportunidade de desenvolvimento, diz FIESC

Sem estaleiro, SC perde oportunidade de desenvolvimento, diz FIESC

spot_imgspot_img

Entidade considera lamentável que o estado não tenha conseguido oferecer as condições para receber o investimento, com potencial de impulsionar diversas cadeias produtivas.

17-11-2010 – O anúncio ao mercado pela empresa OSX de que desistiu de instalar em Santa Catarina o estaleiro de cerca de R$ 3 bilhões, previsto para Biguaçu, representa a perda de uma grande oportunidade para impulsionar o desenvolvimento do estado, na avaliação da Federação das Indústrias (FIESC). “É lamentável que não tenhamos conseguido oferecer as condições necessárias para assegurar o investimento, que, além de gerar 4 mil postos de trabalho diretos, representaria aporte de tecnologia de ponta e promoveria a consolidação e o desenvolvimento de diversas cadeias produtivas da indústria catarinense”, disse o presidente da entidade, Alcantaro Corrêa. “A vinda do investimento asseguraria uma participação relevante para Santa Catarina em um dos segmentos com maior potencial de crescimento no País ao longo d os próximos anos”, acrescentou.

Em junho, quando a OSX anunciou que avaliava o Rio como alternativa para o projeto, a entidade defendeu a mobilização de todas as lideranças do estado para assegurar o investimento. “Lamentamos que isso não tenha sido suficiente, mas não recebemos com surpresa a decisão da OSX. O investidor não pode ficar esperando, como se estivesse recebendo um favor. Ele vai para onde tem atenção”, afirmou Corrêa.

Além da atuação da Federação para apoiar a vinda do estaleiro, o Sistema FIESC, por meio do SENAI, se envolveu nos esforços de qualificação da força de trabalho para o empreendimento, por meio de cursos em parceria com a OSX. Na primeira fase foram formadas turmas voltadas à área da construção civil, preparando trabalhadores que atuariam na etapa das obras do estaleiro.

spot_img