20 C
fpolis
sábado, maio 28, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

‘A Sopa Química: nossa alimentação suicida’ será lançado em Florianópolis

spot_img

‘A Sopa Química: nossa alimentação suicida’ será lançado em Florianópolis

spot_imgspot_img

Tudo que ingerimos reflete diretamente no organismo humano. Milton Maciel reuniu em sua nova obra, A Sopa Química: nossa alimentação suicida, que será lançada em Florianópolis na Livrarias Catarinense no Beiramar Shopping no dia 17 de dezembro, os profundos desequilíbrios causados pela dieta alimentar moderna.

O livro resultou de uma série de seminários sobre Alimentação Suicida apresentados pelo autor em diversas cidades do Brasil. Aborda todos os cinco tipos de desequilíbrios de nossa dieta contemporânea: desequilíbrios essencial, carencial, residual, ambiental e energético.

O Desequilíbrio Essencial resulta da imensa discordância genética que existe entre a alimentação praticada atualmente, de apenas 10 mil anos para cá, e a alimentação paleolítica, sob a qual foi formado o genoma humano durante os anteriores dois milhões e meio de anos. “Essa relação de tempos de 1/250, equivalente aos últimos 10 metros em um percurso de dois quarteirões e meio, explica porque razão nosso organismo ainda não conseguir se adaptar a uma dieta baseada em grãos processados, laticínios, açúcares refinados, óleos vegetais e carnes gordas de animais confinados – alimentados maciçamente com grãos”, afirma o autor.

Dessa discordância surgiram as chamadas “doenças da civilização” ou “moléstias da afluência”, doenças não-transmissíveis que são as responsáveis pelo maior número de mortes atualmente. Entre elas, destacam-se resistência à glicose, ao glúten, à lactose e à leptina, assim como diabetes, obesidade, hipertensão, dislipidemia, doenças de Krohn, Alzheimer e Parkinson, esclerose múltipla e vários tipos de câncer.

O livro mostra que nenhuma dessas doenças existe em populações que hoje, em pleno século 21, ainda se alimentam exatamente como seus ancestrais, seguindo o que se chama Dieta Paleolítica. Com fotografias e mapas coloridos é apresentada a população das Ilhas Trobriand, em Papua Nova Guiné, que nunca passaram para a fase agrícola, não comem nenhum dos nossos alimentos processados e, aos milhares, têm longas vidas totalmente saudáveis, sem nenhuma das moléstias citadas, nem mesmo acne ou excesso de peso. “Uma ampla documentação bibliográfica é apresentada ao final, para os que queiram se aprofundar ou contestar o assunto, com 136 indicações de livros, revistas, artigos científicos e sites da Internet”, completa Milton.

A Dieta Paleolítica é apresentada em detalhes, sugerindo-se uma forma prática de enriquecer nossa alimentação diária através de uma opção consciente por alimentos mais equilibrados e mais em consonância com nossa constituição genética. A obra avança mostrando as conseqüências que a revolução agrícola e, atualmente, a pesada industrialização dos alimentos, trouxeram para a nossa saúde a do próprio planeta. “Um dos mais pesados ônus causados pela transformação econômica trazida pela agricultura foi a escravização da mulher e da criança, trazendo o advento da sociedade agrícola patriarcal e machista”, afirma o autor.

Sobre o autor

Milton Maciel é escritor e conferencista internacional na área de biocombustíveis, tendo um respeitado site em inglês, Biofuels Now (http://www.biofuelsnow.com/). Com atividade de produtor e consultor agrícola por mais de 30 anos, é especialista em Agricultura Orgânica, com 10 livros publicados sobre o assunto.

Sobre os eventos

A Sopa Química: nossa alimentação suicida (Ed. Idel; 140 págs.; R$ 26,00) será lançado no dia 17 na Livrarias Catarinense no Beiramar Shopping em Florianópolis.

spot_img