21.6 C
fpolis
domingo, novembro 28, 2021
cinesytem

Abertas inscrições de propostas para ocupação de espaços públicos da UFSC

spot_img

Abertas inscrições de propostas para ocupação de espaços públicos da UFSC

spot_img

Estão abertas até o dia 17 as inscrições de propostas para ocupar os espaços públicos que estão sob a responsabilidade da Secretaria de Cultura (SeCult) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): os auditórios do Centro de Cultura e Eventos; o auditório da Reitoria; o Teatro da UFSC e as Fortalezas de Santa Cruz de Anhatomirim, São José de Ponta Grossa e Ratones.

As regras de ocupação estão descritas no Edital Espaço Vivo nº1/2013, lançado pela Secretaria de Cultura (Secult) da UFSC no dia 1º de fevereiro.

O edital define os critérios para a seleção de propostas nas áreas acadêmica, científica, cultural, educacional, religiosa e artística a serem realizadas entre 15 de abril e 20 de dezembro de 2013.

Podem participar da seleção pessoas físicas ou jurídicas, mas é vedada a participação de servidores efetivos da UFSC. Cada proponente pode inscrever até quatro projetos diferentes, obrigatoriamente de caráter precário e eventual.

Critérios

Para selecionar as propostas, a Secult vai nomear uma comissão própria, formada por cinco membros. Esta equipe – que pode incluir membros externos à UFSC – vai analisar os projetos a partir de 15 critérios classificatórios como a experiência do proponente; gratuidade do evento; comprometimento do projeto com o pensar crítico e ineditismo do projeto ou do artista em Florianópolis. A valorização da cultura local e o compromisso com a visibilidade aos grupos sociais discriminados e marginalizados são outros critérios – previstos no edital – a serem considerados pela comissão.

Os valores do aluguel são regidos por resolução específica do Conselho de Curadores da UFSC, aprovada em novembro de 2010. Caso o projeto aprovado preveja cobrança de ingresso ou de taxa de inscrição e o evento vier a arrecadar mais do que o valor estabelecido na norma interna da Universidade, será cobrada uma taxa de 10% sobre a arrecadação total. Estes recursos serão usados, prioritariamente, para fazer a manutenção dos espaços e para promover ações culturais na UFSC.

spot_img
spot_img