23.1 C
fpolis
terça-feira, julho 5, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Aline Paddle é a 1ª representante de Florianópolis no Miss Gay SC 2021

Aline Paddle é a 1ª representante de Florianópolis no Miss Gay SC 2021

spot_imgspot_img

Maikon Andretti, que é natural da Capital catarinense, participa do concurso que é realizado pela primeira vez em Santa Catarina

O convite para representar Florianópolis e participar do Miss Gay SC  2021 foi aceito com muita honra pelo ator manezinho Maikon Andretti, de 31 anos, que dá vida à personagem Aline Paddle.

“Jamais imaginei que a Aline pudesse chegar aonde chegou, e vejo esse convite como mais um desafio e como uma confirmação de todo o esforço e trabalho que vivi desde a construção da personagem no teatro”, conta Andretti, que é a primeira Miss Florianópolis Gay e vai participar da 1ª edição do concurso em Santa Catarina.

Ele é um dos treze candidatos que representam cidades catarinenses na busca pelo título. A escolha da Miss Gay SC acontece às 19h do dia 11 de setembro de 2021 na cidade de Blumenau, no Vale de Santa Catarina.

Nascimento da Aline Paddle

               Andretti, que já teve experiências como ator em cinema e TV, conta que a personagem Aline Paddle nasceu durante uma provocação da diretora Samanta Daus. “Em 2012 a Samanta me convidou para atuar no espetáculo “Lulu”, que prestou uma homenagem para o irreverente escritor Luis Fernando Veríssimo, e foi aí que nasceu a Aline Paddle, toda linda num vestido rosa”, lembra o ator de teatro, TV e cinema formado pela Companhia Nacional de Talentos em 2009.

               O espetáculo, que fazia parte de uma disciplina de direção do curso de Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), teve um bom retorno do público, tanto que saiu da universidade e ganhou os palcos catarinenses.

               E na sequência começaram a surgir novos trabalhos na carreira da drag queen. “Comecei a modelar e participei de vários ensaios de moda, fotográficos e de desfiles. Além disso, participei de eventos nos principais points noturnos de Florianópolis e a Aline se tornou conhecida e querida pelo público”, conta.

Vida de ator

               Durante dois, Andretti circulou o país com o espetáculo “Fala comigo doce como a chuva”, de Tennessee Willams e foi desafiado pelo diretor Lucas Schuster a transformar a adaptação dos palcos para as telas. “Gosto de desafios e aceitei mais um. Criamos o grupo de cinema independente Partícula Filmes e em 2018 lançamos o curta”, conta Andretti que dirigiu e atuou no audiovisual.

Além de ator, Andretti atua com produção de moda e maquiagem.

Desafios e o apoio da família

               “Lembro quando o Pietro (Pietro Fernandes é responsável pelo evento em SC) me ligou convidando para representar Florianópolis no Miss Gay SC, fiquei super honrado com o reconhecimento e topei na hora”, relembra o ator que sempre contou com o apoio da mãe Efigênia Andretti.

               “Agradeço a Deus a mãe que tenho. Ela é minha principal fonte de apoio em todos os sentidos. Sempre apoiou minha inclinação para o mundo das artes e me incentivou nos estudos de teatro. Sem falar que ela ama a personagem Aline Paddle, às vezes diz que sente falta dela, como quem fala de uma filha”, compartilha.

Expectativa para o concurso

“Já estou feliz com a trajetória que fiz até aqui, jamais almejei algo tão grande como representar a minha cidade natal no Miss Gay SC”, destaca Andretti. Ele adianta que caso seja escolhido para representar Santa Catarina no Miss Gay Brasil vai ser um bom ouvinte das necessidades e anseios da comunidade LGBTQIA + e servirá de porta-voz dessas questões para a sociedade como um todo.

O criador da Aline Paddle diz que é difícil conseguir patrocínio financeiro para mais esse desafio. No entanto, é grato pela ajuda de muitos parceiros, como do produtor teatral Lucas Schuster, do fotógrafo Victor Hugo Silva, da produtora Luanda Wilk e do estilista Bruno Ferrera na preparação para o concurso estadual.

“Todo o investimento para participar do Miss Gay SC está saindo do meu bolso. E ficaria honrado em receber aporte financeiro para custear o vestido de gala, cabelos, viagem, alimentação e estadia em Blumenau para poder representar bem a Capital de SC no estadual e aí quem sabe ser escolhido para representar o nosso estado no Miss Gay Brasil, que acontece há 40 anos e nesse ano será realizado na cidade mineira de Juiz de Fora”, completa.

Conheça mais nas redes @maikonandretti e @alinepaddle.

Foto: Aline Paddle é a 1ª Miss Florianópolis Gay – crédito Victor Hugo Silva

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img