16.3 C
fpolis
terça-feira, outubro 26, 2021
cinesytem

Artista plástico Joris Marengo apresenta exposição Bailinho

spot_img

Artista plástico Joris Marengo apresenta exposição Bailinho

spot_img

O Centro Integrado de Cultura – CIC, em Florianópolis, recebe, a partir desta quarta-feira, 3, a exposição Bailinho, do artista plástico Joris Marengo. A exposição tem entrada gratuita e pode ser visitada até o dia 15 de agosto.

Através de 14 obras, em óleo sobre tela, o artista ambiciona unir a pintura e a dança, mundos tão cheios de olhares, sedução e movimento e convida o espectador a participar, mesmo que imaginariamente, das possibilidades criativas cheias de cores e contrastes.

 “Por meio do movimento corporal, improvisado ou coreografado, seja em grupos, duplas ou solitariamente, no público e no privado, a dança revela e comunica. Mais que um simples movimento, a dança mobiliza todos os sentidos de quem participa e de quem assiste ao deslocamento de corpos no espaço”, revela Joris Marengo.

 Artista plástico, escritor e ilustrador de livros, Joris Marengo é um registrador do imaginário, como se define. Ele foi ilustrador das colunas do saudoso Beto Stodieck durante uma década. Para Joris, ilustrar livros, desenhar e pintar tem a potência de pura distração estética.

 Histórico da obra

 A dança faz parte da vida e assim também, faz parte da História. Desde os mais remotos tempos sempre integrou o trabalho, as religiões e as atividades de lazer, celebrando o prazer, o nascimento, a morte, o casamento, a vitória e tudo o mais que fosse significativo à cultura humana.

 Se no início a dança era mais espontânea e popular, manifestação pura de sensações e sentimentos irrestritos, ela foi adquirindo sistematização. Para os gregos era fundamental na educação do autocontrole e desembaraço na arte da guerra. Com o tempo, a dança assumiu um caráter teatral que se expandiu, servindo a propósitos artísticos e religiosos.

 Durante o tempo em que a dança ocorre, sensações e emoções são despertadas. Dentre elas, o desejo. Embora muitas vezes cerceado, ele sempre descobre frestas na cultura reprimida para revelar-se, encontrando na dança a dois, a dança dos corpos que se tocam, ou se colam, uma via doce, cheia de cumplicidade, sensações veladas e desveladas, para coexistir.

 Biografia Joris Marengo

Ministrante com mais de 2200 palestras e cursos no Brasil, América latina e Europa. Profissional com 35 anos no mercado de consultorias, treinamentos e palestras sobre qualidade de vida e motivação em empresas no Brasil e Europa. É consultor especializado na área de mudança de paradigmas e expansão da consciência para executivos. Escritor, com três livros publicados. Artista plástico e ilustrador de livros. É presidente da Federação do Método DeRose de Santa Catarina.

 SERVIÇO

 O que: Joris Marengo apresenta exposição Bailinho

Quando: De 3 a 15 de agosto de 2016

Visitação: De terça-feira a domingo, das 10h às 21h

Onde: Centro Integrado de Cultura – CIC – Espaço Lindolf Bell

Quanto: Entrada gratuita

 

spot_img
spot_img