19.1 C
fpolis
quarta-feira, julho 6, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Avenida Trompowsky recebe homenagem pelo centenário

Avenida Trompowsky recebe homenagem pelo centenário

spot_imgspot_img

Na sessão da noite de ontem (13) a Câmara fez uma homenagem pela passagem do centenário da Avenida Trompowsky, uma das mais conhecidas e nobres vias públicas centrais de Florianópolis. A sessão resultou de aprovação de requerimento apresentado pelo vereador João Aurélio Valente (PP).

Dirigindo-se a vários moradores da aristocrática via pública presentes à sessão, , Valente fez uma retrospectiva para realçar a sua relevância para a cidade. Destacou que nela moraram os ex-governadores Celso Ramos, Heriberto Hulse, Aderbal Ramos da Silva e Ivo Silveira; o primeiro reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Davi Ferreira Lima, e outras dezenas de famílias tradicionais da Ilha. “Muitas decisões que definiram a economia e a vida pública da Capital e até de Santa Catarina foram tomadas neste espaço geográfico que guarda um sentimento bucólico”, observou Aurélio Valente.

Com cerca de 500 metros de extensão, rodeada de prédios e condomínios luxuosos, a Avenida Trompowsky é um dos poucos lugares do centro de Florianópolis onde ainda é possível encontrar casas antigas habitadas por descendentes dos seus fundadores. Um dos exemplos é a moradia de Udo Von Wangenheim. A casa, em estilo neoclássico, foi construída em 1905 por Carlos Hoepcke Junior, fundador da empresa Hoepcke, e pela sua esposa, Anna, tia avó de Udo.

O nome da avenida é uma homenagem ao marechal florianopolitano Roberto Trompowsky Leitão de Almeida (1853-1926). Patrono do magistério do Exército brasileiro, além de vasto currículo na carreira militar, foi professor catedrático de geometria analítica e cálculo infinitesimal.

Em nome dos moradores ocupou a tribuna o empresário João Eduardo Amaral Moritz, que relembrou vários fatos e passagens envolvendo a Trompowsky, que tinha um time de futebol, fábrica de colchões e velas, além de sediar, por décadas, o Consulado de Portugal. Segundo registros do empresário, foi uma casa da Trompowsky, pertencente a Gustavo Richard, a primeira a receber energia elétrica em Florianópolis. Moritz referiu-se ainda “à força política” da avenida, com lideres políticos de primeira grandeza em âmbito representando, apesar de vizinhos, partidos políticos extremamente opostos, como as extintas UDN e PSD.

Diretoria de Comunicação Social – CMF

spot_img

Leia mais