22.4 C
fpolis
sexta-feira, janeiro 28, 2022

Bruninho da Cimed recebe título em Florianópolis

Bruninho da Cimed recebe título em Florianópolis

spot_img

O levantador Bruno Mossa Rezende, o Bruninho, da Cimed/Malwee e da Seleção Brasileira, recebe nessa terça-feira (23/03) o título de Cidadão Honorário de Florianópolis, sugerido pelo vereador Edinon Manoel da Rosa.

O título será entregue em sessão solene em comemoração aos 284 anos de Florianópolis, na Assembléia Legislativa de Santa Catarina.

“Fico feliz pelo reconhecimento, por representar o voleibol em Florianópolis. Não esperava ser agraciado com o título. Considero que é um reconhecimento pelo trabalho que toda a equipe da Cimed/Malwee tem desenvolvido nesses anos, pelo esporte catarinense”, afirma Bruninho.

Bruninho nasceu no Rio de Janeiro, em julho de 1986. Em 2003 mudou para Florianópolis, quando começou a carreira profissional na equipe da Unisul e, em 2005, passou para a Cimed/Malwee. É quatro vezes campeão da Superliga Masculina (03/04, 05/06, 07/08 e 08/09), além de medalha de prata nas Olimpíadas de Pequim e vários títulos pela Seleção Brasileira.

Cimed/Malwee confirma a liderança na Superliga

Pela 14• rodada do segundo turno da Superliga Masculina, a Cimed/Malwee venceu o Upis/Brasilia na noite desse sábado (20/03), em Brasília, por 3 x 0 (13/25, 20/25 e 23/25), em 1h20 de jogo. A partida foi no ginásio Curzeiro, em Brasília.

Com esse resultado, a equipe catarinense chega a sétima vitória consecutiva nesse segundo turno e se mantém na liderança isolada da competição, com 55 pontos, em 29 jogos (26 vitórias e 3 derrotas).

O técnico Marcos Pacheco aproveitou a boa fase e a classificação para as quartas-de-finais para dar descanso a alguns jogadores, como Éder, que não entrou em quadra e Lucão, que jogou apenas o primeiro set. A Cimed/Malwee jogou com Bruno, Bob, Renato, Thiago Alves, Ialisson, Lucão e Mário Jr. Entraram Renato Jr., Cássio Leandro, Jamelão e Ivan,

A Cimed/Malwee foi melhor em todos os fundamentos que a equipe de Brasília. Na partida fez 33 pontos de ataque, 12 de bloqueio e 4 de saque. Já o Upis/Brasilia fez 27 pontos de ataque, 9 de bloqueio e 3 de saque.

A equipe catarinense tem dois desafios em casa. O primeiro, dia 25/03, quinta-feira, contra Volta Redonda e o outro no sábado (27/03), contra Alvares/Vitória.

spot_img
spot_img