25.2 C
fpolis
sábado, janeiro 22, 2022
cinesytem

Câmara aprova criação do Orquidário Municipal de Florianópolis

Câmara aprova criação do Orquidário Municipal de Florianópolis

spot_img

A Câmara aprovou na sessão de hoje (15/03) a criação do Orquidário Municipal de Florianópolis, integrando a estrutura administrativa da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Floram). Se o projeto, do vereador Jaime Tonello (DEM) for sancionado pelo prefeito Dario Berber, o orquidário será instalado e funcionará nas dependências do Parque Ecológico Municipal Professor João David Ferreira Lima, também conhecido como Parque Municipal do Córrego Grande.

Conforme o autor do projeto, o principal objetivo do orquidário é incentivar o cultivo de orquídeas no Município, através da manutenção de um acervo permanente de plantas, principalmente da Laélia Purpurata, que é a flor símbolo de Santa Catarina e de Florianópolis. A Laelia Purpurata foi descoberta em 1846 por François Devos no litoral da então Província Imperial de Santa Catarina, hoje Ilha de Santa Catarina. Desde sua descoberta, grandes foram as quantidades de plantas coletadas na Ilha de Santa Catarina e despachadas para as firmas M. Verschaffelt (1847), em Ghent, na Bélgica, bem como para o Mijnheer Brys (1850), de Bornhem, junto a Antuérpia, e desses espalhados por inúmeras coleções européias.

A Laelia Purpurata floriu pela primeira vez, fora do seu habitat natural nas estufas (orquidário) da firma James Backhouse and Sons em York, na Inglaterra. Naquele mesmo ano foi exibibida pela Royal Horticulture Society, em Londres, proporcionando assim seu estudo e descrição pelo botânico John Lindley, cuja publicação foi feita pelo jardineiro e arquiteto Joseph Paxon, na obra Paxton´s Flower Garden 3: 111-112, tab. 96 ano 1852. Foco das inúmeras adjetivações em homenagem a sua fascinante beleza e representatividade no âmbito da rica flora brasileira de orquídeas, se tornou a flor emblemática do Herbário Barbosa Rodrigues, em Itajaí, Santa Catarina, em 22 de junho de 1994. É flor símbolo de Santa Catarina através da Lei nº 6.255 de 21 de junho de 1983, e de Florianopolis, através da lei municipal 7.037, de 9 de maio de 2006.

spot_img
spot_img