30.3 C
fpolis
sábado, janeiro 22, 2022
cinesytem

Caminhão do Peixe vai atender comunidade de Florianópolis

Caminhão do Peixe vai atender comunidade de Florianópolis

spot_img

Florianópolis vai contar com o projeto Peixe nos Bairros a partir de maio. O Ministro da Pesca e Aqüicultura Altemir Gregolin entregou nesta sexta-feira (20/03), na Capital, máquinas e equipamentos adquiridos com recursos de emendas parlamentares da bancada federal de Santa Catarina, totalizando investimentos de R$ 11 milhões, em benefício de 63 cidades, entre elas, a capital catarinense. O prefeito Dário Berger assinou o termo de recebimento da doação de um caminhão frigorífico para fazer a venda itinerante de frutos do mar. O projeto é uma iniciativa do Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis (IGEOF).

Após a doação, o “Caminhão do Peixe” passará ainda por alguns ajustes complementares a fim de ficar com o layout que foi planejado para atender o projeto. O veículo terá duas câmaras frigoríficas, sendo uma para estocagem de produtos congelados e outra para armazenamento de peixe fresco, com capacidade para armazenar 12 toneladas. Também terá espaço para um balcão de exposição e venda dos produtos, funcionando como uma loja ambulante de pescado para que o produtor venda diretamente ao consumidor. “Essa semana teremos uma reunião para definir alguns detalhes para operacionalização do caminhão e o funcionamento prático do projeto”, explicou o Superintendente do Instituto de Geração de Oportunidades, Guilherme Pereira.

Alimento saudável

Enquanto a média anual de consumo de pescados no mundo é de 16,6 quilos por habitante, o consumo médio no Brasil é de oito quilos/habitante/ano. Para melhorar esses índices, no ano passado, o IGEOF elaborou o projeto “Peixe nos Bairros” e buscou parceria com o governo federal para viabilizar a proposta do “Caminhão do Peixe”. O veículo vai atender 27 pontos com venda de pescados, sendo 22 comunidades em zona urbana e cinco em área rural.
Além de levar à população peixes, moluscos e crustáceos adquiridos direto do produtor, barateando custos, o projeto tem como objetivo facilitar o acesso dos moradores de Florianópolis a produtos mais saudáveis, já que o pescado é um alimento nobre, rico em vitaminas e ômega 3.

Na Ilha, serão beneficiados moradores da Prainha, Saco dos Limões, Costeira do Pirajubaé, Agronômica, Trindade, Carianos, Tapera, Rio Tavares, Itacorubi, Monte Verde, Vargem do Bom Jesus, Canasvieiras, Ingleses, Vila Arvoredo, Vila União, Canto do Lamin e Campeche. Na região continental, o caminhão vai percorrer as comunidades Chico mendes, Jardim Atlântico, Coloninha, Abraão e Vila Aparecida.

spot_img
spot_img