Florianópolis, 18 de julho de 2024

Canto do Lamin irá receber sistema de tratamento de esgoto

spot_img

Senna, minissérie produzida pela Gullane, estreia na Netflix em 29 de novembro

Protagonizada por Gabriel Leone, superprodução sobre a vida e...

Crédito rural e a sustentabilidade no agronegócio brasileiro

Manter o fluxo de crédito é essencial para modernizar...

Pesquisa e especialização de profissionais são essenciais para avanço da Saúde  

Cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação...

CredCrea celebra 20 anos com retomada do tradicional Costelão CredCrea

Cooperativa de crédito de Florianópolis fundada por engenheiros e...

Compartilhe

A comunidade do Canto do Lamin vai ganhar esgoto sanitário. O sistema terá uma rede coletora com 3.846 metros de extensão e diâmetro de 150 milímetros, linha de recalque com 684 metros e duas estações elevatórias com vazões de 3 e 12 litros por segundo, permitindo 278 ligações domiciliares.

A ordem de serviço para a continuidade do sistema de esgotos de Canasvieiras, que atende ao Canto do Lamin, foi assinada na tarde de sexta-feira (16/01) pelo prefeito de Florianópolis, Dário Berger, e pelo diretor presidente da Companhia Catarinense de Água e Saneamento (Casan), Walmor De Lucca Valmor. O evento ocorreu na Capela Divino Espírito Santo, na rua do Lamin, Canto do Lamin, onde também participaram o vice-prefeito João Batista e vereadores.

De acordo com Dário Berger serão investidos recursos do PAC/BNDES em torno de R$ 1,2 milhão para atender a uma população de 3.050 habitantes. Em seu discurso, o prefeito lembrou que o esgoto sanitário é uma antiga reivindicação da comunidade e que deverá ser concluído em 180 dias. Ele ressaltou que quando renovou o contrato com a Casan, em 2007, a cidade tinha apenas 30% de cobertura de saneamento básico e garantiu que nos próximos quatro anos a rede de esgoto sanitário estará disponível para 80% da população, no mesmo patamar de algumas cidades européias, como Munique, na Alemanha.