17.6 C
fpolis
quarta-feira, julho 6, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Catadores de material reciclável terão melhores condições de trabalho

Catadores de material reciclável terão melhores condições de trabalho

spot_imgspot_img

Para isso, a Comcap ampliou a área construída ocupada pela ACMR no CTReS de 513 para 1.139 metros quadrados, acrescentando à estrutura refeitório, sanitários, escritório e área para descanso intrajornada. Somando a área externa, portanto, a Comcap passa a disponibilizar para as atividades da ACMR um total de 5.310 metros quadrados.

De acordo com o diretor de Operações e presidente da Comcap, Wilson Cancian Lopes, para viabilizar o acordo, é fundamental que os setores público, privado e associativo cumpram seus papéis. O lojista deve separar os materiais recicláveis (papel, papelão, alumínio e plástico) e respeitar o horário de deposição destes para a coleta. Os materiais recicláveis serão recolhidos pelos catadores identificados pela SUSP, somente a partir das 17h. Quanto ao lixo comum, obrigatoriamente disposto em contentores, será recolhido a partir das 19h pela Comcap.

Da mesma forma, observa, os responsáveis do setor público _ Prefeitura Municipal de Florianópolis, por meio da Comcap e da Susp _ comprometem-se com a logística e a fiscalização da coleta e da destinação dos materiais recicláveis do Centro.

A ACMR, destaca Lopes, reúne uma parcela organizada de catadores que precisa comprometer-se com os padrões de operação da atividade, reconhecida formalmente no País como geradora de oportunidades de renda e de sustentabilidade ambiental.

Sustentabilidade A coleta seletiva e a reciclagem de materiais como latas de alumínio, garrafas de plástico, vidros, papel e papelão têm se tornado um negócio sustentável. Por isso, o poder público municipal incentiva e orienta a formação de associações colaborativas para organizar e integrar o trabalho de catadores. Estima-se que, com estas políticas de inserção social e de adequação ambiental, 12,5% dos resíduos sólidos produzidos em Florianópolis sejam reciclados, somadas as produções da coleta seletiva da Comcap (8,6 toneladas/dia em dezembro de 2008) e a dos catadores associados ou independentes (35 toneladas/dia).

Como na grande maioria das cidades brasileiras, a geração de recicláveis está concentrada na região central. O que demanda iniciativas públicas para disciplinar a disposição, a coleta e a destinação destes materiais e organizar elos da cadeia produtiva. No Centro, há 65 catadores cadastrados na Associação de Coletores de Materiais Recicláveis (ACMR) que recolhem em torno de 200 toneladas/mês, principalmente papel e papelão.

O que o lojista deve fazer:

Respeitar o horário de deposição dos resíduos: recicláveis só a partir das 17h e lixo comum só a partir das 19h
O lixo comum deve ser colocado no contentor
As caixas de papelão devem ser desmontadas e colocadas do lado de fora do contentor
O material reciclável deve ser entregue ao catador identificado e credenciado pela SUSP.
Como vai funcionar:

· O catador faz a coleta dos recicláveis nas lojas do Centro entre às 17h e 24h e leva os materiais aos pontos de transferência definidos pela prefeitura

· A Comcap recolhe o material nestes pontos e leva imediatamente para o Galpão de Triagem em área própria, no Centro de Transferência de Resíduos Sólidos de Florianópolis( CTReS) no Itacorubi

· Os catadores da ACMR fazem a triagem do material descartado pelo lojista e encaminha para a indústria

· A Susp fiscaliza o cumprimento das regras.

spot_img