25.2 C
fpolis
domingo, janeiro 23, 2022
cinesytem

CI desembarca em Florianópolis como a maior e melhor do Brasil

CI desembarca em Florianópolis como a maior e melhor do Brasil

spot_img

Central de Intercâmbio inaugura com mercado favorecido

Capital é escolhida pela CI para manter crescimento de 25% desde 2003.

A riqueza da geografia e os aspectos culturais da região fazem Florianópolis ser uma preferência nacional. A temporada de verão congestiona e movimenta o mercado do turismo há anos na Ilha. Para muitos moradores, a invasão na temporada não surpreende mais.

A possibilidade de viajar pelo mundo, que é uma realidade mais recente, cresce cultural e economicamente. Tanto pela evolução da tecnologia e do mercado quanto pelo desenvolvimento da economia brasileira nos últimos anos.

O crescimento da competitividade das empresas e os investimentos atraídos foram indispensáveis para este fortalecimento econômico. A abertura de empresas, inclusive por empreendedores mais jovens, evidencia estas mudanças no País.

No segmento de viagens internacionais, o mercado da Grande Florianópolis abriu um novo caminho. Duas jovens empresárias trouxeram a maior empresa do país no setor de intercâmbios à capital, a Central de Intercâmbio, que cresce 25% desde 2003.

A qualidade e as boas perspectivas da franqueadora foram decisivas para o fechamento do negócio. “Escolhemos uma empresa sólida que prioriza a satisfação do cliente e precisa ser representada à altura. Pensamos numa cidade que tem um potencial enorme para crescer. Florianópolis não é um mercado desconhecido para nós”, analisa Juliana Sans, diretora da CI.

Para Juliana Bley, companheira de negócio e também diretora da empresa, o momento é ideal para uma viagem de estudos. “Se o país passou bem pela crise e as indústrias encontram na queda do dólar a oportunidade de adquirir máquinas e equipamentos, as pessoas também devem aproveitar para investir no seu maior patrimônio, o conhecimento”, completa.

Os benefícios da desvalorização do dólar se difundem no mercado. Para as exportações é fundamental o controle da queda do dólar, mantendo o poder de compra dos países negociantes. Para importações e setores como o turismo, que trabalham com taxas em dólar, o momento é favorável.

O fluxo de turistas pelo mundo encontra grande favorecimento com a queda do dólar e do preço das passagens aéreas consequentemente. O custo de operação das aeronaves, taxado em dólar, é um dos fatores importantes para as promoções de viagens

Os últimos meses de 2009 devem confirmar resultados positivos para o turismo interno e externo. Enquanto a chegada de visitantes de todo o mundo para Florianópolis, o 3º destino mais procurado do País, é aguardada com otimismo, as viagens ao exterior estão cada vez mais acessíveis.

De janeiro a julho houve déficit de R$ 2,4 bilhões entre os gastos de estrangeiros no País e de brasileiros no exterior, que gastaram cerca de R$ 5,4 bilhões, segundo o Banco Central. Para as lideranças do setor turístico nacional, a prioridade é promover suas regiões como destino mundial, realizando estudos e divulgando qualidades para, no mínimo, equilibrar esta conta.

No entanto, dados revelam que os destinos internacionais deixaram de ser procurados para passeio apenas. As viagens para estudos atraem cada vez mais brasileiros e proporcionam grande retorno cultural, um fator que se mostra decisivo. “Sem dúvida a ida de nossos clientes ao exterior se motiva pelo aspecto cultural. E esse é um produto que não se pode reproduzir em uma simples foto ou imagem. É muito mais valioso”, comenta a diretora da Central de Intercâmbio em Florianópolis, Juliana Bley.

Entre 2000 e o ano passado, houve crescimento de 64,5% no número de professores que foram lecionar e se qualificar no exterior com apoio de bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

CI desembarca na Capital como a maior e melhor do Brasil

A Central de Intercâmbio chega a Florianópolis comemorando a conquista do Prêmio “O Melhor de Viagem e Turismo”, promovido pela revista Viagem e Turismo, e considerado o principal do turismo nacional. O veículo pertence à Editora Abril e acumula prêmios de melhor no segmento de turismo e melhor revista do Brasil.

A cerimônia de premiação aconteceu no Morro da Urca no Rio de Janeiro, dia 22 de outubro, e foi a mesma que premiou Santa Catarina e Florianópolis como destinos turísticos.

A CI é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Possui 70 lojas em 22 estados do Brasil. Embarcou cerca de 40 mil clientes ao exterior no ano passado e mais de meio milhão em 21 anos de atividade, para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

A CI oferece diversas opções de intercâmbio para vivência internacional, como curso de idiomas em mais de 25 países, intercâmbio de férias para adolescentes, high school, programa de au pair, estágios e trabalhos remunerados, cursos profissionalizantes e de extensão universitária, seguro e assistência de viagem, emissão de passagens aéreas e tarifas especiais para estudantes, reserva de acomodações e mochilão exclusivo pela Europa.

spot_img
spot_img