15.8 C
fpolis
domingo, julho 3, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Crianças de Florianópolis recebem doces na Farra do Chocolate

Crianças de Florianópolis recebem doces na Farra do Chocolate

spot_imgspot_img

Foram distribuídas 400 cestinhas no Sertão do Córrego Grande

Neste domingo de Páscoa o dia foi de correria para as crianças da comunidade Sertão do Córrego Grande, em Florianópolis. Para comemorar a data, moradores organizaram a terceira edição da Farra do Chocolate.

Nenhuma das cerca de 130 crianças que vivem no local voltou para casa sem chocolate ou sequer uma pintura alegre no rosto. Com a ajuda de outros parceiros, a Associação dos Moradores do Sertão do Córrego Grande (Amosc) distribuiu 400 cestinhas com doces e 12 ovos de Páscoa.

Durante toda manhã foi o som dos apitos que coordenou a correria dos jovens em busca dos chocolates escondidos. De acordo com o representante da Amosc, Laércio Luiz, para que a brincadeira pudesse beneficiar todos os participantes, as crianças foram separadas em grupos de acordo com a idade.

— Queremos trocar a farra do boi que sempre foi praticada aqui no bairro pela farra do chocolate. Esta foi uma das formas que encontramos para apresentar para os moradores de outros estados que vivem aqui uma brincadeira infantil e desconhecida para eles — afirmou Luiz.

Rápida, a baiana Taylani de Jesus Carvalho, de 9 anos, conseguiu encontrar 15 cestinhas. Foi a recordista entre os colegas. Há quatro anos ela se mudou para Santa Catarina junto com a família.

— Acho que não vou aguentar comer tudo sozinha. Vou dividir o chocolate com meus dois irmãos — contou.

Outra sortuda foi a paulista Bianca Vachelli, de 11 anos, que conseguiu encontrar um dos ovos de Páscoa grandes que estavam bem escondidos entre as folhagens da mata.

A mãe de Vanderley Silva de Araújo, de seis anos, Rosa Santana Vitorino, 26, nem se importou quando o filho caçula avisou que queria comer “um bombonzinho” antes do almoço, às 10h.

— Para nós esta brincadeira é uma novidade e é muito legal porque muitos nunca tiveram isso. Aqui as crianças se divertem e brincam bastante — confessou a cearense que há sete anos escolheu Florianópolis para viver.

O Grupo de Atividades Poça Mágica, formado por 10 moradoras do Sertão do Córrego Grande, também participou da atividade e destacou a importância da brincadeira e de outros eventos organizados, como as festas Junina, do Dia das Crianças e os brechós, para a integração da comunidade que hoje conta cerca de 70 famílias.

Por Nanda Gobbi | nanda.gobbi@diario.com.br

spot_img