16.2 C
fpolis
segunda-feira, julho 4, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Dez anos do Museu do Brinquedo é comemorado na UFSC

Dez anos do Museu do Brinquedo é comemorado na UFSC

spot_imgspot_img

Em comemoração aos 10 anos do Museu do Brinquedo da Ilha de Santa Catarina será realizado na próxima segunda-feira, dia 16, das 14h às 18h, no auditório do Centro de Ciências da Educação (CED) da UFSC, o “III Animando o Museu do Brinquedo”, aberto ao público em geral, com exposição, diálogos, homenagens e atividades lúdicas.

Programação

Às 14h, abertura; 14h30, mesa sobre o tema “Museu do Brinquedo: o impossível acontece”, com as pesquisadoras Telma Anita Piacentini e Marisa Isabel Leite. Às 16h30m homenagem aos fundadores e colaboradores do museu. Às 17h está prevista a apresentação artístico-cultural “Canções para Brincar”, horário no qual estão previstas atividades lúdicas junto ao acervo parcial do museu que estará em exposição na Biblioteca Central da UFSC. Às 18h acontece o encerramento.

Sobre o Museu

Boneca Rendeira da Ilha, foto de Ariane Azambuja

O Museu do Brinquedo da Ilha de Santa Catarina foi idealizado pela professora Telma Anita Piacentini, em setembro de 1999, como um Projeto de Extensão Universitária. “O principal mobilizador da criação do Museu do Brinquedo foi o Franklin Cascaes, com a sua coleção de brincadeiras infantis”.

Atualmente, abriga um acervo constituído por 144 peças oriundas das mais diversas regiões (Itália, México, China, Canadá, Nova York, Peru, Indonésia, França, Guatemala, Bolívia, Porto Rico, Nicarágua e Brasil): brinquedos de madeira, cerâmica, porcelana, tecido e outros. Há bonecas(os), marionetes, piões, ioiôs, bilboquês, petecas e carrinhos – objetos catalogados e, em grande parte, expostos na Biblioteca Universitária. As peças que não estão em exposição ficam guardadas na reserva técnica do Museu Universitário.

O evento conta com apoio do Núcleo de Desenvolvimento Infantil da UFSC. Outras informações pelo endereço www.canteirodeobrasdaeco.blogspot.com.

Por José Antônio de Souza/jornalista na Agecom

spot_img