20.6 C
fpolis
quinta-feira, setembro 23, 2021
cinesytem

Diretor catalão encena peça com ERRO Grupo hoje à noite na Capital

spot_img

Diretor catalão encena peça com ERRO Grupo hoje à noite na Capital

spot_img

Em visita a Florianópolis para uma residência artística a convite da companhia teatral ERRO Grupo, o diretor catalão Roger Bernat apresenta a peça NUMAX-FAGOR PLUS, nesta segunda-feira, 30, às 19h30, no Sesc Prainha. A entrada é gratuita.

A vinda do dramaturgo é parte da programação do projeto Persistência: atividades de fomento local e manutenção do ERRO. A temporada de Bernat na cidade terá 15 dias de duração e consistirá em um laboratório/oficina com o grupo catarinense. A performance aqui contará com a participação de Luana Raiter, atriz e dramaturga do grupo catarinense.

Contemplado com o Prêmio Catarinense de Teatro – Edital Elisabete Anderle de Incentivo à Cultura 2014, Persistência teve início em setembro e terá duração de 11 meses. Bernat é formado em direção e dramaturgia pelo Institut de Teatre de Barcelona. Atualmente integra a conceituada companhia FFF e seu trabalho se destaca também pela pesquisa e exploração de um teatro participativo. A partir de 2008, o catalão intensifica a sua produção de espetáculos em que o público se torna parte do cenário e também protagonista. É neste contexto que o nome de Roger Bernat passa a reverberar com força entre a crítica teatral da Catalunha e do mundo.

“O intuito deste intercâmbio é estabelecer um diálogo horizontal a partir da troca de experiências, onde o grupo atua visando não apenas fomentar o ERRO, mas outros grupos e artistas que se interessem por um teatro de participação e pelo trabalho de Bernat”, explica o dramaturgo e diretor do ERRO, Pedro Bennaton.

A residência contará com 10 encontros, abrindo no dia 24 com o início das aulas com o ERRO. O grupo de teatro de rua da Capital será o aprendiz nesta imersão, que também será levada ao público na palestra aberta e o encontro de compartilhamento, além da apresentação de NUMAX-FAGOR PLUS programados para o dia 30 de novembro no SESC Prainha às 19h30min.

O enredo da peça começa em 1979 – quando, depois de dois anos e meio de autogestão, os trabalhadores da Numax, uma fábrica de eletrodomésticos localizada em Barcelona, decidem pedir demissão. Passados 32 anos, em 2013, a cooperativa Fagor fecha as suas portas, deixando seus empregados na rua. Assim como aqueles que recriam a batalha de Waterloo, os colaboradores da Fagor decidem reconstruir a história dos trabalhadores da Numax. O texto da montagem é baseado em filme de Joaquim Jordà, realizado em 1980, o caso Numax-Fagor é a coletivização de um discurso, o desenvolvimento de uma batalha que claramente nunca terminou.

Seguindo a premissa de que o “teatro é um lugar no qual repensamos a coletividade”, Bernat adianta que o “laboratório com o ERRO Grupo é planejado como uma dramatização coletiva, aquela que nos permita enfrentar as virtudes e os paradoxos de ser parte de um grupo.”

A visita de Bernat é um dos intercâmbios programados pelo ERRO dentro do projeto Persistência e que prevê ainda pelo menos duas viagens de pesquisa do grupo fora do país: em Buenos Aires (Argentina), com o diretor Emilio Garcia Wehbi, e Nova York (EUA), no Hemispheric Institute of Performance and Politics. Roger Bernat é diretor teatral, formado em pintura e arquitetura. ganhou o Prêmio extraordinário do Institut del Teatre em 1996. 

spot_img
spot_img

Leia mais