15.6 C
fpolis
quinta-feira, setembro 16, 2021
cinesytem

Diretores da rede municipal de Ensino tomam posse em Florianópolis

spot_img

Diretores da rede municipal de Ensino tomam posse em Florianópolis

Os 111 novos diretores das unidades educacionais da rede municipal de ensino de Florianópolis tomaram posse nesta quarta-feira, 18, em cerimônia realizada na Associação Catarinense de Medicina. Os representantes ficarão no cargo por três anos, de 2014 a 2017. As informações são da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Florianópolis.

A maioria dos dirigentes foi eleita por pais, professores e demais funcionários das unidades, além dos alunos a partir do 5º ano. Ao todo, 17.332 pessoas foram às urnas.

Um total de 102 candidatos foram eleitos por voto direto para comandar escolas, creches e núcleos de educação infantil. Em duas unidades, não houve quórum; em cinco, não houve candidato e em outros dois estabelecimentos de ensino as candidaturas foram indeferidas. Nesses casos, coube à SME indicar o dirigente.

Os dirigentes serão responsáveis por aproximadamente 15.500 alunos do ensino fundamental e 11.500 crianças da educação infantil.

Todos deverão fazer um curso ofertado pela Gerência de Formação Permanente da Secretaria de Educação (SME). A capacitação terá duração de 40 horas e tem como objetivo preparar os profissionais para melhor gerirem sua unidades educativas.

Para o Secretário Municipal de Educação, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, a eleição de diretores foi um momento de boa participação democrática. “Espero que nos três próximos anos os eleitos desempenhem bem as suas funções e que possamos avançar mais na qualidade da educação”, afirmou.

Compromissos e desafios

Maurícia Santos de Holanda Bezerra, diretora eleita da Creche Altino Dealtino Cabral, representou os diretores das unidades de educação infantil em seu discurso: "Nós não estamos aqui por acaso! Escolhemos ser diretores. Assumimos um compromisso para os próximos três anos. Sabemos dos desafios e das nossas responsabilidades perante toda a comunidade educativa, os quais nos confiaram este cargo. Buscamos uma educação pública de qualidade para nossas crianças."

Para Marizilda Alves Gonçalves Araújo, que assumiu a direção da Escola Básica Municipal Intendente Aricomedes da Silva e representou os eleitos das unidades de educação fundamental, "as decisões tomadas a partir de agora devem orientar a consolidação de uma educação pública, gratuita, de qualidade social, inclusiva e sustentável”.

Todos deverão fazer um curso ofertado pela Gerência de Formação Permanente da Secretaria de Educação (SME). A capacitação terá duração de 40 horas e tem como objetivo preparar os profissionais para melhor gerirem sua unidades educativas.

“No processo eleitoral, há vencedores, mas não há derrotados, pois todos estamos contribuindo para enriquecimento da democracia, e não há lugar mais privilegiado que o chão das escolas para pormos em prática o que tanto defendemos”, afirmou Pedro Rodrigues, presidente da Comissão das Eleições de Diretores da Rede Municipal de Ensino.

Pleito eletrônico
Com a parceria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o processo foi realizado com urnas eletrônicas. No total, 236 equipamentos foram utilizados. Das 20 urnas reserva, apenas cinco foram utilizadas.

Democracia desde a sala de aula
O processo de eleição direta para diretor ocorre desde 1986. Em um primeiro momento, só havia eleição em escolas básicas. A partir de 1994, o processo foi ampliado para todas as unidades, contemplando também as escolas desdobradas, as creches e os núcleos de educação.

spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img