27 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Espetáculo “Seo Frankolino – O Fantástico da Ilha”

Espetáculo “Seo Frankolino – O Fantástico da Ilha”

spot_img

Apresentação do Grupo Teatral Boca do Siri em Florianópolis, com o espetáculo “Seo Frankolino – O Fantástico da Ilha”.

– Dia 13 de novembro no Centro Cultural Bento Silvério da Lagoa da Conceição – Florianópolis

– Dia 01 de dezembro no Teatro Álvaro de Carvalho – TAC – Centro – Florianópolis

– Dia 04 de dezembro no Theatro Municipal Adolpho Mello – São José – Grande Florianópolis

O Grupo Teatral “Boca de Siri” foi criado em 1995 com a proposta de trabalhar a sensibilidade do educando dentro do ensino técnico/tecnológico, proporcionando a todo o corpo discente e docente um contato contínuo com as artes cênicas. Agora, em 2009, com a montagem do espetáculo “Seo Frankolino – O Fantástico da Ilha”, teremos a oportunidade de participar do Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica – FMEPT em Brasília/DF de 22 a 27 de novembro. Neste evento, pretendemos além de debater propostas e fazer intercâmbio de experiências com professores, estudantes, gestores e formadores de opinião do mundo inteiro, divulgar a obra do artista, pesquisador, folclorista catarinense e Professor Franklin Cascaes mostrando que o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina – IF-SC possui um grupo teatro ativo há 14 anos fazendo a integração e a interdisciplinaridade entre a arte e a tecnologia. Proporcionando e oportunizando ao educando o contato com a arte cênica, transformando-o num futuro profissional capaz de trabalhar sua sensibilidade com a tecnologia de forma simultânea e contribuindo para a transformação de um mundo onde possa haver cada vez mais a inclusão e o respeito às diferenças.

SINOPSE

Anos 50. Ilha de Santa Catarina. Cidade de Desterro. O imaginário ilhéu é povoado por histórias de bruxas e outras criaturas encantadas. Não por acaso, hoje a cidade é conhecida como Ilha da Magia. Muitas histórias podem ser ouvidas, porém nem todos podem contá-las. Vó Gracinda resolve atender ao pedido da neta Natília e conta um causo bruxólico para os netos. Depois disso, uma porta para o mundo “espiritual” foi aberta, onde passam as Bruxas da Ilha e o próprio Lúcifer para “buscar” a velha. Com a ajuda das rezas e benzeduras de sua Comadre Gamboa e de muita oração de todos, a velha Gracinda consegue se livrar das garras do capeta. Até quando?

FICHA TÉCNICA

Autor: Márcia Krieger a partir da coletânea de textos de Franklin Cascaes
Direção Cênica: Tânia Meyer
Assistente de direção: Márcia Krieger
Coordenação Geral: Tânia Meyer
Elenco: Sérgio Cândido /Joel Vigano/Marina Andrade/ Renan Machado /Bety Ossig/ Thayse Fernandes/Anackissara dos Santos/Claudete T. da Mata / Moisés Bernardino.
Sonoplastia: Juscelino Elias
Plano de Luz: Rafael C. Bombazar
Iluminação: Kelson Fernando da Rosa
Cenário, Figurinos e Maquiagem: O Grupo
Adereços: Rafael C. Bombazar
Contra-regra: Mateus Amorim e Cleusa Skovronski
Fotografia: Maika Milezzi

spot_img
spot_img