19.6 C
fpolis
sábado, novembro 27, 2021
cinesytem

Exportações de Santa Catarina em 2012 fecharam em US$ 8,9 bilhões

spot_img

Exportações de Santa Catarina em 2012 fecharam em US$ 8,9 bilhões

spot_img

Santa Catarina fechou o ano de 2012 com queda de 1,44% nas exportações, que totalizaram US$ 8,9 bilhões, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 9, pela Federação das Indústrias (FIESC). A queda foi menor do que a redução registrada no país no mesmo período, que foi de 5,3%.

Com isso, as exportações do Estado apresentaram leve aumento em sua participação na balança brasileira (de 3,5% para 3,7%) e mantiveram Santa Catarina na 10ª posição entre as unidades da federação que mais exportam.

Para a FIESC, o resultado negativo é reflexo de um ano com atividade econômica fraca, tanto nos países emergentes quanto nos mercados maduros. A indústria alimentícia manteve-se como principal atividade exportadora de Santa Catarina em 2012.

O setor, no entanto, teve desempenho díspar: enquanto a exportação de carne de suínos aumentou 8,5% (totalizando US$ 519 milhões), os produtos de carne e miudezas de frango tiveram queda de 0,95%.

A redução da venda de produtos de frango, principal produto da pauta de exportação catarinense (US$ 2,2 bilhões, ou quase 25% do valor exportado), interferiu nos resultados do Estado em comparação a 2011.

Outros setores que se destacaram nas exportações de 2012 foram fumo (US$ 931,4 milhões, com alta de 7,5%), motocompressores herméticos (US$ 504,3 milhões, alta de 7,1%) e madeiras (US$ 192,2 milhões, com aumento de 9%). Por outro lado, tiveram queda os setores de móveis (-5,4%) e produtos como blocos de cilindros e cabeçotes para motor diesel (-3 %).

Os Estados Unidos se mantiveram como principal comprador dos produtos catarinenses (US$ 1,017 bilhões, alta de 2,6%). A novidade é a Argentina, que, apesar da crise no país, passou a ocupar a segunda posição entre os principais destinos de produtos catarinenses – mesmo com uma queda de 10,2% nos valores embarcados. O maior destaque, no entanto, é a China, que apresentou alta de 36% e pulou da quinta para a terceira posição no ranking dos países que mais compram do Estado.

Importações

Em relação a produtos provenientes do exterior, Santa Catarina seguiu a tendência nacional de queda (-1,4%) e fechou 2012 com variação negativa de 2%, totalizando US$ 14,55 bilhões importados. Mesmo assim, a balança comercial do Estado completou o quarto ano seguido com salto negativo, importando mais do que exportando.

Entre os dez itens que mais foram comprados no exterior, predominam os insumos industriais, usados na produção de itens de maior valor agregado – como catodos de cobre, laminados de metais, fibras de poliésteres e polietileno. China, Chile e Argentina continuam sendo, nesta ordem, os principais países dos quais se originam os produtos.

spot_img
spot_img